NOTÍCIAS

Visa e Intel juntas pela segurança dos pagamentos na Internet das Coisas

Visa e Intel juntas pela segurança dos pagamentos na Internet das Coisas

by 25 de outubro de 2016 0 comments

Visa e Intel anunciaram um acordo de cooperação para ajudar a levar as melhores e mais modernas tecnologias de pagamentos e segurança de dados ao universo cada vez maior de dispositivos conectados da Internet das Coisas (IoT) – categoria que abrange de computadores pessoais e dispositivos móveis, a eletrodomésticos inteligentes e tecnologias de vestir (wearable).

Com o alcance do comércio crescendo em tamanho e complexidade, cresce também a necessidade de controles de privacidade e segurança sofisticados, mas que ofereçam simplicidade, interoperabilidade e conveniência. Intel e Visa têm um papel fundamental na configuração desse novo cenário comercial e, como parte do acordo, trabalharão juntas na integração de soluções de segurança de dados aos chipsets Intel para ajudar os fabricantes de dispositivos a embutir tecnologias de segurança na arquitetura central de seus produtos.

As empresas apontaram duas colaborações importantes prestes a chegar ao mercado. A primeira cuidará da segurança para a Internet das Coisas: A Intel está licenciando uma tecnologia criada e patenteada pela Visa para manter a integridade e o formato dos dados, a Format Preserving Encryption, a fim de integrá-la ao hardware de seu chipset. Isso passará a ser uma opção para a integração com a Tecnologia de Proteção de Dados (DPT, na sigla em inglês) da Intel. Os dados de pagamento provenientes de um dispositivo com DPS (sigla em inglês para processamento de sinal digital) serão criptografados e não poderão ser usados, caso venham a ser interceptados por hackers. A tecnologia DPT da Intel para Transações será usada em situações em que os dados do cartão são aceitos por meio de canais de pagamento não tradicionais, como computadores, celulares e dispositivos IoT.

Outra, cuidará de melhorar a autenticação on-line e de dispositivos: Saber se o portador do cartão está comprando de um dispositivo de pagamento reconhecido pode ajudar comércios e emissores a distinguir transações verdadeiras de fraudulentas. A colaboração anunciada hoje tornará a identificação do dispositivo mais fácil e preditiva. O fornecimento de dados em nível de hardware – na forma de um código de dispositivo seguro –, durante o processo de autenticação 3-D Secure permite que os emissores se sintam mais seguros para aprovar transações de baixo risco, ou para solicitar verificações adicionais em caso de usos suspeitos. Batizada de Intel Online Connect, a solução será incluída na sétima geração de processadores Intel Core e operará com o atual protocolo 3-D Secure e a versão 2.0 que a EMVCo espera lançar este ano.

Experiência de compra
“O aumento no número de dispositivos conectados expandirá rapidamente as plataformas que usamos para comprar e pagar, abrindo também novos pontos de entrada para os hackers”, diz Mark Nelsen, vice-presidente sênior de produtos de risco e autenticação da Visa. “A solução desse desafio de segurança requer um novo nível de coordenação entre empresas dos setores de pagamento, tecnologia e informática. Trabalhando com a Intel, estamos cuidando para que a próxima geração de dispositivos de pagamento venha com segurança integrada desde o início.”

“A sétima geração de processadores Intel Core torna a experiência de compra mais conveniente e oferece segurança embutida no hardware”, diz Rick Echevarria, vice-presidente do Grupo de Software e Serviços da Divisão de Segurança de Plataformas GM da Intel. “Essa colaboração com a Visa permite que a Intel continue inovando em tecnologias de segurança de plataforma, como a Intel SGX e a Intel Online Connect, para proteger ainda mais a experiência de compra on-line nos PCs.”

A Intel demonstrará a tecnologia Intel Online Connect no, evento que ocorre até 26 de outubro, em Las Vegas, em uma experiência Secure Guest Checkout, que amplia o cenário de pagamento on-line já conhecido, no qual o usuário faz a compra no site de uma nova loja – um comércio onde ele não possui conta – e escolhe inserir manualmente os dados do cartão como parte do processo de finalização da compra.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *