NOTÍCIAS

Transformação digital é desafio para 90% das empresas brasileiras

Transformação digital é desafio para 90% das empresas brasileiras

by 1 de julho de 2016 0 comments

Uma pesquisa global realizada pela Bizagi, fornecedora de software para automação de processos digitais, aponta que praticamente nove em cada 10 empresas (87%) enfrentam muita turbulência durante processos de transformação digital. No Brasil, esse número sobe para 96%.

A pesquisa globalThe Agility Trap: Findings from the 2016 Global Executive Study into the State of Digital Transformation entrevistou mais de 1000 profissionais de TI ou responsáveis pela experiência do cliente, constatando uma aceleração desta tendência de transformação digital, onde 73% dos todos os pesquisados e 83% das pessoas entrevistados no Brasil acreditam que a não atualização deve reduzir significativamente a competitividade.

Porém, fatores como a velocidade para implementar as mudanças e a complexidade dos processo corporativos representam obstáculos para a maioria das empresas que vislumbram este processo de transformação.

O ritmo de mudança
No mundo inteiro, apenas uma em cada três empresas (32%) reportam projetos de transformação digital em andamento. Os Estados Unidos e o Canadá lideram a tendência com 52% das empresas implementando novos projetos digitais, seguidos na América Latina pelo Brasil (39%), México (27%) e a Colômbia, com apenas 20%.

75% dos entrevistados acreditam que o ritmo de mudança está aumentando, uma reação aos negócios inovadores que estão alterando o cenário empresarial, com a grande maioria (82%) opinando que é importante acelerar a velocidade de transformação para acompanhar a evolução do seu setor.

Os impulsores da transformação digital
A transformação apresenta vários riscos e benefícios. Seis em cada 10 empresas (60%) dizem que a agilidade operacional é um fator crítico, embora mais da metade (54%) também mencionaram a necessidade de responder à evolução das expectativas de seus clientes.

Quatro em cada cinco entrevistados (80%) acreditam que é essencial aprimorar a experiência de seus clientes, além de conhecer suas necessidades imediatas e situação individual. O cliente é ainda mais importante para as companhias com a transformação digital já em curso, onde 79% citam a evolução das expectativas de seus clientes como fator chave para a transformação.

“A expectativa do cliente está transformando o pensamento empresarial e motivando a transformação digital”, disse Juan Manuel Mogollon, Vice-presidente Executivo da Bizagi para a América Latina. “A maioria das empresas está lutando para contornar os desafios que acompanham a transformação digital, e o segredo é conhecer os fatores por trás dessa mudança e criar a agilidade necessária para responder rapidamente. As empresas precisam equilibrar suas ideias, colaboração e a tecnologia para superar os obstáculos e criar um exército de pioneiros capazes de promover esta mudança, ajudando-as a colher os frutos da transformação digital”, conlcui.

A armadilha da agilidade
Os principais obstáculos para as empresas em busca de uma transformação digital rápida estão relacionados à cultura corporativa, à complexidade organizacional, a falta de processos que viabilizam a participação, a colaboração dos funcionários e a inovação. Esses desafios são descritos pela Bizagi como as “armadilhas para a agilidade”, que surgem quando uma empresa quer uma transformação digital rápida, mas se vê limitada pela complexidade comercial, organizacional ou tecnológica.

O maior risco para qualquer companhia é a falta de preparação na hora de implementar um projeto de transformação digital; 70% dos entrevistados afirmam que o trabalho de transformação sofre pela complexidade de seus processos internos. No Brasil, 68% dos entrevistados reforçaram esta afirmação.

Apesar da importância dos projetos de transformação digital, quanto mais rápido os negócios evoluem, maior serão os obstáculos à serem enfrentados. Por isso, as companhias caem em armadilhas como:

Falta de planejamento: Muitas empresas pecam pela falta de mapeamento da complexidade dos seus sistemas e processos de negócio antes de iniciar a implementação. Praticamente dois terços (63%) acreditam que desconhecem as implicações dessas mudanças para seus negócios, uma vez que a transformação inclui serviços de engajamento e experiências para o usuário.

Resistência a mudanças: Mais de 51% dos respondentes afirmaram que falta de disposição e resistência à mudança é um grande limitador do processo de transformação digital em suas companhias.

Sistemas engessados: Apenas 28% dos entrevistados acreditam que seus sistemas de atendimento ao cliente são ágeis, 26% reportam sistemas internos muito ágeis e apenas 21% colocam seus sistemas operacionais na mesma categoria.

“É claro que muitas empresas enfrentam problemas sérios no momento de implementar uma transformação digital. Esses problemas podem ser superados com a tecnologia, reduzindo a complexidade dos sistemas empresariais e criando uma cultura de aprendizagem rápida e agilidade operacional. Somente assim será possível escapar da armadilha da agilidade e realizar a transformação digital”.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *