NOTÍCIAS

Tem remédio para crise, doutor?

Tem remédio para crise, doutor?

by 28 de outubro de 2015 0 comments

 

… ajuda os executivos a atingirem suas metas e objetivos. Entende-se que a tecnologia não é o fim, mas sim o meio o qual permite ir de um ponto A até o B da melhor maneira possível.

E para ser curado por esse remédio é preciso encarar paradigmas e enfrentar problemas empresariais que parecem não ter solução, e isso, na verdade, é um tratamento maior que apenas “mudar o estilo de vida”. É preciso mergulhar no autoconhecimento empresarial e pensar fora da caixinha para a empresa se auto conhecer, como se fosse uma terapia, na qual o CEO tem oportunidade de enxergar o estágio atual e aonde quer chegar daqui cinco anos, por exemplo.

Todos os empresários sabem que para sair da onda da crise com sucesso, eles e seus executivos precisam de muita criatividade, e que ela, a tal criatividade, é aliada daqueles que pensam fora da caixinha, porque os funcionários com essas características também terão mais facilidade para entender que no momento atual não é suficiente fazer o bom, é imprescindível fazer melhor e mais rápido também.

E, pensando neste cenário e na atual conjuntura, é inaceitável que as empresas onerem suas operações contratando “gestores de programas de interface de dados” ou que não consigam calcular o quanto de dinheiro é gasto com processos parados, paralelos, esperando a consolidação de dados para um relatório de Business Intelligence, ou ainda simplesmente para darem continuidade para a próxima fase do seu processo.

 

*Alexandre Gera é coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento da Divisão de Aplicativos da Sonda IT

Pages: 1 2

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *