NOTÍCIAS

Siemens PLM escolhe Surface Pro 4 da Microsoft como plataforma móvel

Siemens PLM escolhe Surface Pro 4 da Microsoft como plataforma móvel

by 16 de novembro de 2015 0 comments

Em evento realizado na cidade de Cincinnati no estado de Ohio, EUA, a Siemens PLM (gerenciamento do ciclo de vida do produto ) apresentou oficialmente a nova versão do seu software Solid EdgeSolid Edge ST8 – para uma plateia composta por aproximadamente 500 engenheiros e designers usuários do programa.

Como todo evento desse porte, patrocinadores que geralmente são parceiros de negócios da empresa organizadora são expositores de produtos e serviços, pois dessa forma ficam em contato próximo e direto com seus potenciais clientes que são os profissionais que estão presentes durante os três dias do workshop. O principal expositor este ano foi a Microsoft com o Surface Pro 4, não por acaso. (Clique em cada imagem para ampliá-la)

MS Surface Pro 4

Dan Staples

       Dan Staples

Apesar da resistência desse público na adoção de Cloud Computing e mobilidade, Dan Staples (foto à direira), vice presidente de desenvolvimento do Solid Edge, apresentou o ultrabook da Microsoft como plataforma móvel “oficial” para quem quiser adotar mobilidade em seus projetos de CAD (Computer Aided Design, ou Desenho Assistido por computador).

“O Surface Pro 4 é muito importante para nós, pois é ele que irá viabilizar a mobilidade em nosso mercado”, afirma o executivo. “A maioria dos dispositivos móveis são para consumo de informação e não para a criação de informação. O Surface Pro 4 é o primeiro dispositivo móvel capaz de desenvolver projetos em CAD não só devido ao seu poder de processamento, mas principalmente pela precisão da caneta que acompanha o ultrabook“, explica Staples.

Mobilidade e Cloud
Ainda segundo o executivo a adoção de SaaS (Software como serviço), mobilidade e Cloud pelos usuários do Solid Edge ainda é lenta, porém está em evolução. “Hoje a adoção está melhor do que há dois anos, mas ainda sentimos certa resistência”, afirma. “Além da desconfiança no tocante não só à segurança, existem dúvidas quanto à qualidade da conexão com a Internet e uma certa dose de bloqueio cultural”, explica.

Esse bloqueio cultural ao qual se refere Staples é devido ao fato de que Cloud Computing quer dizer trabalho em qualquer lugar e a qualquer hora – o famoso anytime, anywhere – e via de regra os engenheiros em qualquer parte do mundo são trabalhadores das 09h00 às 17h00, salvo raras exceções ou quando algum projeto exige hora extra.

Staples informou ainda que uma versão de avaliação na nuvem já está disponível, porém somente nos EUA e Reino Unido. Perguntado se haverá expansão para outros países, disse que não há previsão para que isso aconteça.  E quanto à América Latina disse definitivamente não, “pois a conexão na AL não é confiável”, afirmou.

Melhorias no Solid Edge ST8
Mas o que interessou mesmo aos presentes foram as novidades e evoluções operacionais da nova versão do software. À medida que elas eram apresentadas por especialistas da empresa ou parceiros, chegavam a arrancar aplausos ou mesmo manifestações como assovios e gritos de aprovação da plateia.

Algumas melhorias são as seguintes: [MAIS]

 

Pages: 1 2

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *