NOTÍCIAS

Senhas mais comuns de 2016 mostram segurança patética de usuários

Senhas mais comuns de 2016 mostram segurança patética de usuários

by 16 de janeiro de 2017 0 comments

O modo como as pessoas tratam suas senhas parece nunca mudar. Entra ano, sai ano, e as senhas mais usadas são sempre as mais óbvias e frágeis. Um levantamento da empresa de segurança Keeper, mostra que quase 17% dos usuários usam o indefectível “123456” para tentar proteger acessos indesejáveis em suas diversas contas na internet e equipamentos de conexão.

O ano de 2016 ficou marcado por alguns dos mais devastadores vazamentos de dados da história da internet. Brechas de segurança antigas e não consertadas foram usadas por hackers para terem acesso a servidores de empresas com milhões de usuários. Somente um dos vazamentos do Yahoo pode ter alcançado 1 bilhão de pessoas.

Muito previsível
O levantamento da Keeper usou dados desses grandes vazamentos para ver se havia alguma relação com a senhas fracas. A empresa descobriu que quatro das dez principais senhas na lista – e sete das 15 mais usadas – são feitas de seis caracteres ou ainda mais curtas. O mínimo que administradores de segurança pedem aos usuários é o uso de oito caracteres. Tecnologias básicas de cracking (quebra de senhas) usadas por hackers são capazes de descobrir uma senha de seis caracteres em segundos. “Operadores de sites que permitem essa proteção frágil são imprudentes ou preguiçosos”, alerta a o relatório da empresa.2senhascomuns2016

Usuários também precisam melhorar seus esforços pela segurança. O relatório aponta que existem tentativas de se criar uma senha forte e imprevisível. Mas parece haver um limite para a criatividade das pessoas comuns. A presença de senhas como “1q2w3e4r” e “123qwe”que são padrões baseados na ordem das letras e números do teclado mostra que os esforços de usuários chegam a ser patéticos.

Para a empresa, “a responsabilidade maior reside nos proprietários de sites que não conseguem impor as políticas de complexidade de senha mais básicas. Não é difícil de fazer, mas a lista deixa claro que muitos ainda não se incomodam.”

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *