NOT√ćCIAS

Seis dicas de sobrevivência com aplicativos empresariais

Seis dicas de sobrevivência com aplicativos empresariais

by 25 de maio de 2016 0 comments

* Por Stephan Romeder

Com o sucesso dos dispositivos móveis, muitas empresas criaram uma ampla variedade de aplicativos para acompanhar a demanda e testar o que funciona e o que não funciona. A ênfase foi dada em um rápido desenvolvimento de muitos pequenos aplicativos empresariais móveis para melhorar os processos de negócios isolados.

No entanto, como as empresas e organiza√ß√Ķes de todos os tamanhos evoluem no mundo digital muito rapidamente, agora h√° uma percep√ß√£o de que os aplicativos empresariais m√≥veis devem ser considerados como extens√Ķes de processos mais amplos, e n√£o como ilhas isoladas nas empresas.

Apresentamos a seguir seis dicas para manter suas estratégias de aplicativos corporativos no caminho certo na era da transformação digital:

Menos √© mais ‚Äď um portf√≥lio intermin√°vel de aplicativos m√≥veis n√£o √© uma estrat√©gia sustent√°vel. Isso n√£o √© somente dif√≠cil e caro para manter, mas tamb√©m cria uma experi√™ncia de usu√°rio fragmentada e confusa, portanto concentre‚Äďse em aplicativos que tragam valor. Identifique o lugar do aplicativo na estrat√©gia de transforma√ß√£o digital da sua organiza√ß√£o e certifique-se de que qualquer novo aplicativo suporta esta estrat√©gia com benef√≠cios e valores tang√≠veis.

Pense de forma abrangente ‚Äď Ao transformar um processo de neg√≥cio √© importante adotar uma abordagem multifuncional que rompa divis√Ķes n√£o integradas. Concentre em viabilizar processos ponta-a-ponta em toda a organiza√ß√£o. O processo para receber e entregar um pedido, por exemplo, pode fluir atrav√©s de seus departamentos de vendas, produ√ß√£o, log√≠stica e de contabilidade. Certifique‚Äďse de que seu aplicativo integra os dados e processos necess√°rios em todos os sistemas de neg√≥cios envolvidos, seja o da organiza√ß√£o ou de um parceiro, on-premise ou em nuvem. Torne mobile as funcionalidades espec√≠ficas que fazem sentido, mesmo incorporando diferentes funcionalidades para diferentes usu√°rios.

Adote recursos que agradem e tragam satisfa√ß√£o aos usu√°rios ‚Äď Inclua funcionalidades extras e ferramentas de produtividade que facilitem a vida dos usu√°rios, como a integra√ß√£o do Google Maps para permitir aos usu√°rios de CRM m√≥vel encontrar o caminho mais curto para os seus destinos ou saber quais clientes est√£o em sua √°rea local. Sempre que for poss√≠vel e pertinente, os gerentes devem ser capazes de visualizar pain√©is gr√°ficos de importantes KPIs.

A integra√ß√£o √© a chave ‚Äď A maior parte das caracter√≠sticas importantes do aplicativo da empresa encontram-se abaixo da superf√≠cie, incluindo seguran√ßa, precis√£o de dados, capacidade de atualiza√ß√£o, transforma√ß√£o e sincroniza√ß√£o de dados entre v√°rios sistemas, juntamente com a capacidade de acionar automaticamente processos de acordo com mudan√ßas, limites ou a√ß√Ķes espec√≠ficas. Sua ferramenta de integra√ß√£o deve ser capaz de conectar os sistemas que voc√™ precisa, da maneira desejada, de forma confi√°vel e em tempo real.

Monitore o Uso e o Feedback ‚Äď Sempre que poss√≠vel, tome decis√Ķes baseadas em dados de uso e pesquise a experi√™ncia do usu√°rio. Evite fazer suposi√ß√Ķes sobre o que voc√™ acha que funciona melhor. Converse com os usu√°rios. Colete dados concretos. Teste o business case calculando o homem-hora economizado, a melhoria da produtividade e a inova√ß√£o atrav√©s dos novos recursos fornecidos, redu√ß√£o de erros e maior velocidade dos processos.

Utilize uma filosofia ‚ÄúFail Fast‚ÄĚ (falhar rapidamente) ‚Äď Atue como uma empresa startup bem-sucedida e n√£o tenha reservas quanto ao pivotamento de sua estrat√©gia. Se voc√™ observar v√°rios meses de baixa/pouca utiliza√ß√£o ou resultados, n√£o fique relutante quanto a abandonar um aplicativo. Invista tempo revisando e realinhando processos de neg√≥cios, bem como a interface e experi√™ncia do usu√°rio.
Como a mobilidade empresarial evolui sob o guarda-chuva da transforma√ß√£o digital, √© natural que haja uma necessidade de renovar aplicativos e de se desfazer daqueles que j√° n√£o s√£o t√£o √ļteis ou relevantes. Lembre-se de pensar macro: aplicativos corporativos m√≥veis n√£o podem mais ser considerados fun√ß√Ķes isoladas e devem ser facilitadores de processos maiores, de ponta a ponta. Com essa vis√£o em mente √© mais f√°cil escolher as ferramentas e as solu√ß√Ķes certas para apoiar suas necessidades de aplicativos corporativos quanto √† velocidade, agilidade e conectividade robusta e confi√°vel.

* managing Director da Magic Software Europe

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Coment√°rio

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Coment√°rio Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um coment√°rio.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *