NOTÍCIAS

Receita líquida da TIM cai 3,5% no primeiro trimestre de 2015

Receita líquida da TIM cai 3,5% no primeiro trimestre de 2015

by 7 de maio de 2015 0 comments

A desaceleração da economia brasileira impactou nos resultados financeiros da TIM no primeiro trimestre de 2015. Segundo balanço divulgado pela companhia, a receita líquida apurada no período foi de R$ 4,5 bilhões, com queda de 3,5% em comparação aos R$ 4,7 bilhões reportados na mesma época em 2014. Já o lucro líquido ficou em R$ 313 milhões, 16% menos que os R$ 372 milhões registrados nos primeiros três meses do exercício anterior.

De acordo com o balanço financeiro, a companhia do grupo italiano encerrou o primeiro trimestre de 2015 com o EBITDA (lucro antes dos juros, impostos e amortização), de R$ 1,340 bilhão, com alta de 1,7% sobre o mesmo período em 2014. A margem subiu 29,5%, aumento histórico, segundo a operadora.

Entre os serviços que cresceram mais no primeiro trimestre, a TIM aponta os de dados, com taxa de aumento de 46% na comparação anual. Esse negócio já representa 36% da receita dos serviços móveis da companhia.

Outro destaque é a alta da base de clientes no segmento pós-pago, que subiu 6% no ano. A boa performance, segundo a TIM, é resultado da estratégia agressiva dos Planos Controle, que ajudaram a empresa a retomar crescimento de seu market share e da participação em adições líquidas com base na qualidade e nas ofertas.

Usuários conectados
Os smartphones respondem por 90% dos dispositivos vendidos no primeiro trimestre de 2015. Assim, a penetração dessa categoria de celular na base de clientes da TIM chegou a 53% do total de usuários.

Entre os serviços mais acessados pelos usuários de smartphones, a TIM menciona o WhatsApp, que é o aplicativo de mensagens mais usado no Brasil. A companhia ampliou sua oferta para os planos da família Express, que têm como principal característica o processo de faturamento por meio cartão de crédito. A oferta permite que os clientes enviem mensagens de texto e voz, fotos e vídeos no app sem desconto da franquia de dados contratada.

O mesmo benefício está disponível no Blah, aplicativo de comunicação integrada desenvolvido pela TIM e que comemorou a marca de um milhão de downloads no trimestre. Outros serviços inovadores que adicionaram novas fontes de receitas foram o TIM Music, download de músicas, e o TIM Protect, uma linha de soluções voltadas para segurança digital.

“O futuro do mercado de telecomunicações está no serviço de dados. E a TIM segue como protagonista nesse movimento de evolução do setor. Hoje, quase metade da nossa base total de clientes utiliza a internet móvel e nossa receita de dados já responde por um terço da receita total. Esse é o caminho a ser seguido e que irá nos levar a resultados cada vez mais expressivos, mesmo em meio a um cenário desafiador”, afirma Rodrigo Abreu, presidente da TIM Brasil.

Por apostar nessa tendência, a TIM está investiu no primeiro trimestre de 2015 quase R$ 1 bilhão em infraestrutura, priorizando as coberturas das redes 3G e 4G. O aporte faz parte de suas estratégias para expandir os serviços e incrementar os negócios com dados móveis.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *