NOTÍCIAS

Por Trump, Intel reativa planos de fábrica problemática

Por Trump, Intel reativa planos de fábrica problemática

by 9 de fevereiro de 2017 0 comments

A Intel anunciou que investirá US$ 7 bilhões na fábrica de Chandler, Arizona, nos próximos anos. A notícia foi dada após reunião com o presidente Donald Trump, no salão Oval da Casa Branca, que corresponde ao gabinete de despachos do chefe político americano. A expectativa é que a planta gere 3 mil empregos, que estarão envolvidos na fabricação dos chips de 7 nanômetros, a nova aposta da empresa para reconquistar mercado.

Trump foi rápido em divulgar o fato em seu perfil no Twitter. Usando suas indefectíveis letras maiúsculas para chamar a atenção, ele colocou em caps lock as palavras “bilhões”, “inovação” e “empregos”. Também agradeceu ao CEO Brian Krzanich.

A fábrica de Chandler não é nova. Ela existe desde 2011, na administração Obama, tendo idas e vindas nos investimentos. Em 2014, a Intel anunciou definitivamente que a construção seria interrompida, esperando momento melhor de mercado. Em 2015 houve uma tentativa de reabri-la em uma parceria com a Apple. Várias decisões e cancelamentos ocorreram desde então.

Apoio e reestruturação
A notícia foi divulgada pela Casa Branca como um apoio decisivo para a política de Trump de reforçar a economia americana e criar empregos. O anúncio também foi usado politicamente em um momento delicado do presidente com o mundo da tecnologia. Seu decreto de restrição a imigrantes de países muçulmanos deixou as empresas do ramo preocupadas. Vários CEOs importantes declararam-se contra as medidas, que pode cortar mão-de-obra estrangeira e altamente especializada.

A Intel tem se mantido a meia distância dessa polêmica. Não foi das primeiras a tocar no assunto. Quando soltou um comunicado oficial, lembrou que um dos fundadores era imigrante. Por outro lado, o CEO Krzanich é considerado um apoiador de Trump, tendo organizado evento no meio do ano passado para arrecadar fundos para a campanha do republicano.

Os 3 mil empregos esperados cobririam apenas uma parte da reestruturação que eliminou 12 mil vagas em abril de 2016.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *