NOT√ćCIAS

Pinterest aporta no Brasil para fisgar usu√°rios

Pinterest aporta no Brasil para fisgar usu√°rios

by 10 de março de 2015 0 comments

Fundada em 2010 em Palo Alto (Calif√≥rnia-Estados Unidos), o Pinterest √© uma rede social com 70 milh√Ķes de usu√°rios globais (dados da ComScore) que utilizam da sua plataforma visual como refer√™ncia para troca de imagens online. No campo dos neg√≥cios, estimativas de mercado apontam que ela controla mais de 20% das refer√™ncias do e-commerce. E agora, a empresa abre escrit√≥rio no Brasil, no bairro do Itaim Bibi, em S√£o Paulo.

O novo escrit√≥rio que ser√° comandado por Ricardo Sangion (ex-Microsoft, Facebook e F.biz) segue a entrada acelerada da empresa em outros pa√≠ses, depois de Londres, Paris, T√≥quio e Berlim. O Brasil est√° no Top 10 da plataforma em n√ļmero de usu√°rios, embora o investimento na base tenha um foco mais amplo, chegar aos usu√°rios da Am√©rica Latina. Localmente: transformar a rede em uma refer√™ncia para os usu√°rios brasileiros.

Avaliado no mercado em US$ 5 bilh√Ķes, o Pinterest j√° levantou mais de US$ 760 milh√Ķes em rodadas de investimento de fundos de capital de risco, valor alt√≠ssimo para um projeto que ainda tem receitas pr√≥ximas do zero. No entanto, dizem alguns analistas, justificado pela possibilidade de alavancar neg√≥cios. Ser√°?

Mas esse cen√°rio pode mudar. Em janeiro √ļltimo, a empresa come√ßou a ampliar a entrada de pins patrocinados- imagens publicadas ou salvas pelos usu√°rios que funcionam como os tweets patrocinados ou adds do Facebook – a todos os anunciantes depois de realizar testes a partir de maio de 2014. Resumindo, a plataforma concorre diretamente na influ√™ncia de seus usu√°rios e na publicidade digital com Google, Facebook, Twitter etc.

Desafios e possibilidades
No Brasil, a plataforma ter√° o desafio de acelerar a cria√ß√£o de comunidades, interligando blogueiros e influenciadores aos usu√°rios e aumentando o n√ļmero de seguidores (os Pinadores) para justificar o investimento dos anunciantes locais. Como os an√ļncios s√£o contextualizados, a partir de informa√ß√Ķes pessoais do usu√°rio, como g√™nero, localidade e dispositivo utilizado, a expans√£o e maior difus√£o da rede social se tornam imprescind√≠veis.

Por conta do seu perfil visual-imagético, o Pinterest é um forte influenciador em mercados como moda, decoração, receitas, lugares para viajar, compras etc. Com o Pinador atuando como uma espécie de editor de imagens, além, claro, de fomentar a criação de comunidades ou grupos de interesse comum.

“O brasileiro gosta de novas tecnologias e o cen√°rio aponta para uma grande perspectiva de crescimento de Pinterest no pa√≠s. Estamos animados com a abertura do escrit√≥rio e com a aproxima√ß√£o da ferramenta aos internautas brasileiros”, afirma Ricardo Sangion, country manager do Pinterest. Ainda em mar√ßo, mais dois profissionais ser√£o contratados para colaborar com o crescimento local: um gerente de parcerias, respons√°vel por aproximar a marca √† clientes corporativos, e um gerente de comunidade, para o relacionamento da plataforma com influenciadores locais.

Resta saber se os usu√°rios de redes sociais no Brasil, hoje fortemente conectados ao Facebook, ter√£o tempo e vontade (ou est√≠mulo) para se engajar ao Pinterest. Por√©m, a quest√£o principal √©: como engajar e monetizar ao mesmo tempo? Qual a estrat√©gia para n√£o “assustar” o usu√°rio?

 

Acessse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Coment√°rio

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Coment√°rio Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um coment√°rio.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *