NOTÍCIAS

Onda moralista na Índia fecha sites de pornografia no final de semana

Onda moralista na Índia fecha sites de pornografia no final de semana

by 3 de agosto de 2015 0 comments

Pessoas que tentaram acessar sites de pornografia na Índia durante o final de semana descobriram que o acesso a eles foi bloqueado. A proibição também inclui sites de encontros casuais e blogs com material adulto. Durante a semana, o pedido de bloqueio foi feito pelo governo do primeiro ministro Narendra Modi. O ministério das telecomunicações daquele país solicitou que os provedores de acesso (ISPs) impedissem que os usuários usassem os serviços com conteúdo explícito.

Entre os bloqueados estão sites famosos como o AdultFriendFinder e o PornHub. A lista conta, por enquanto, com 857 links que ficaram inacessíveis. É possível ver quais são no site do Centre for Internet & Society, uma organização de advogados e especialistas em direito digital, privacidade e liberdade de acesso.

A ordem para o bloqueio da pornografia na Índia foi enfatizada na última sexta-feira, 31 de julho, e foi posta em prática aos poucos, até culminar nesta segunda-feira. A medida, segundo noticiário local, foi adotada em resposta à pressão exercida pela suprema corte do país, que disse que o governo estava com uma “abordagem letárgica” para combater a pornografia na Índia.

O Centre for Internet and Society divulgou nota apontando que a medida viola a liberdade e vai contra vários artigos da constituição da Índia. Já o governo tem sido enfático na defesa da medida enérgica. “Esta é uma única solução provisória enquanto examinamos toda a questão [de pornografia on-line] de forma holística,”, disse NN Kaul, um porta-voz do ministério das telecomunicações indiano .

De acordo com dados recolhidos pelo site Pornhub – que está entre os 857 portais na lista de sites proibidos – entre setembro 2013 e setembro 2014, a Índia foi sua quarta maior fonte de tráfego, atrás apenas dos EUA, Reino Unido e Canadá (imagem ao lado).2-pornhub-2014-top-traffic-country

A Índia tem vivido uma onda moralista nos últimos anos, com várias medidas restritivas em nome dos bons costumes. Por vezes, algumas delas têm sido consideradas arbitrárias e exageradas. Escritores e artistas já manifestaram-se contra algumas atitudes que, segundo eles, estão impedindo a produção cultural e a liberdade de consumo de literatura de outros países ou com conteúdo adulto. O filme “50 Tons de Cinza” (“Fifty Shades of Grey”, no original) foi banido do país. E, em dezembro passado, sites como Vimeo, Github e DailyMotion, foram bloqueados.

 

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *