NOTÍCIAS

Novas metas para empresas de telefonia fixa incluem mais fibra e menos orelhões

Novas metas para empresas de telefonia fixa incluem mais fibra e menos orelhões

by 16 de dezembro de 2016 0 comments

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou ontem, 15 de dezembro, a revisão do Plano Geral de Metas para Universalização da Telefonia Fixa (PGMU) para os anos de 2016 a 2020. O objetivo é adaptar o setor às demandas atuais da mobilidade e do comportamento de uso dos usuários. Entre as mudanças está a redução do número de orelhões, por causa da queda na sua utilização ao longo dos anos.

As obrigações atuais de densidade e de distância entre os aparelhos foram eliminadas. Somente escolas, bibliotecas, museus, hospitais, postos de saúde, delegacias, aeroportos e rodoviárias terão atendimento prioritário para a instalação de orelhões. Pelas novas regras, pelo menos um orelhão deve ser instalado em locais já atendidos com telefonia fixa. De acordo com a agência, isso garantirá o serviço nas localidades com mais de 100 habitantes no país.

A medida foi tomada pela falta de uso dos aparelhos públicos. Em estudos da Anatel, em 2013 cerca de 80% dos orelhões faziam até quatro chamadas por dia e 62%, até duas chamadas.

O conselheiro Otavio Rodrigues, que apresentou as propostas, explicou que nos contratos de concessão serão estabelecidas mudanças pontuais para adaptá-los a proposta do novo plano. Entre as obrigações das operadoras estará a expansão de fibra ótica permitindo a popularização da banda larga no país.

Outorgas
A Anatel também decidiu abrir consulta pública sobre a proposta de nova alteração do Plano Geral de Outorgas (PGO), que será aplicado apenas para concessionárias de telefonia fixa que não mudarem de regime, se transformando em autorizações.

O plano prevê a expansão das redes de transporte em fibra óptica e em rádio de alta capacidade para mais municípios, a ampliação da cobertura de vilas e de aglomerados rurais com banda larga móvel, o aumento da abrangência de redes de acesso baseadas em fibra óptica nas áreas urbanas e atendimento a órgão públicos, com prioridade para os serviços de educação e de saúde, com acesso à internet em banda larga

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *