NOTÍCIAS

Ninguém esperava! Uber confirma venda para rival chinesa

Ninguém esperava! Uber confirma venda para rival chinesa

by 1 de agosto de 2016 0 comments

Para surpresa de todo o mercado de tecnologia, o app de maior sucesso no momento e símbolo de mudanças, com o termo uberização, nos negócios digitais, o Uber, pode ter sua operação na China vendida a qualquer momento para a empresa rival daquele país, a DidiDidi Chuxing. A notícia vazou para agências de notícias internacionais no último final de semana e foi posteriormente confirmada pelo CEO do Uber, Travis Kalanick na sua conta oficial do Facebook. “Enviei um email à minha equipe UberChina em relação à fusão da UberChina com a Didi”, escreveu o CEO.

O acordo fará com que os investidores das operações chinesas do Uber fiquem com 20% da Didi Chuxing Technology. A chinesa vinha em crescimento rápido e teve recentemente um investimento pesado de US$ 1 bi da Apple. Calcula-se que a rival do Uber esteja avaliada em cerca de US$ 28 bilhões. Detalhes do negócio devem ser anunciados ainda nesta segunda-feira, 1o. de agosto.

De acordo com Kalanick, a empresa faz cerca de 150 milhões de viagens por mês na China, onde opera há cerca de dois anos. Na publicação, o executivo realça a importância que a UberChina teve para a companhia. “Uber tornou-se uma empresa melhor e mais forte por causa da nossa experiência na China. Didi tem sido uma competição feroz e respeito tudo o que a Didi e a sua equipe alcançaram”, escreveu o CEO.

Dificuldade
O Uber tinha planos audaciosos na China, mas sua tática não mostrou avanços na potência asiática. O app costuma entrar no país quase despercebido, conquistar alguns milhares de usuários, selecionar os motoristas e começar a operar já em massa. Quando recebe críticas, em geral de taxistas, e sofre pressão de prefeituras, usa esses prestadores de serviços e clientes para travar uma batalha que vai de apoio nas redes sociais a protestos na rua.

Na China, o app enfrentou um poder público mais aguerrido e conhecedor de sua tática. A concorrência com a Didi mostrou-se uma pedra no caminho. Com o negócio da venda da operação chinesa, ganham os acionistas do Uber e a empresa asiática mostra-se mais forte para conquistar o mercado local, talvez ainda planejar uma expansão por países vizinhos.

Após a combinação do negócio da UberChina com a Didi Chuxing, a Uber tornar-se-á no maior acionista da empresa de transporte de passageiros na China. A Didi irá também investir cerca de US$ 1 bi no Uber, como parte do negócio. As operações locais da Uber vão continuar a operar como uma marca autônoma, sobe o “chapéu” Didi”.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *