NOTÍCIAS

Mercados de tablets e smartwatches tropeçam em 2016

Mercados de tablets e smartwatches tropeçam em 2016

by 2 de fevereiro de 2017 0 comments

O desempenho das vendas de tablets e smartwatches está abaixo do esperado. O ano de 2016 foi ruim, de um modo geral, e as festas de Final de Ano não ajudaram a recuperar o otimismo. A empresa de pesquisas Strategy Analytics aponta, em seu estudo sobre esses segmentos, que as vendas ainda tropeçam, com altos e baixos.

No segmento de smartwatch, a pesquisa aponta um crescimento insignificante de apenas 1% ano-a-ano, com embarques atingindo 8,2 milhões de unidades no quarto trimestre de 2016, saindo de 20,8 milhões em todo o ano de 2015 para de 21,1 milhões em 2016. O número em azul da porcentagem poderi até ser visto como sinal positivo, mas os constantes volumes em declínio dos trimestres anteriores não botam muitas expectativas de retomada a curto prazo.

A Apple dominou o ranking de participação de mercado, coletando 63% das vendas totais, com a Samsung chegando em segundo lugar, nos relógios inteligentes. De acordo com a análise da Strategy Analytics, a pequena melhora foi fruto dos lançamentos de modelos novos no último trimestre.

Tablets
Pior foi o desempenho dos tablets. O segmento teve uma retração de 9% no quarto trimestre de 2016. Apple e Samsung, os dois principais fabricantes foram atingidas, mostrando queda de dois dígitos.

sa_tabletssmartwatches

O segmento vive uma encruzilhada, com o consumidor tendo que decidir entre modelos mais caros (como o iPad Pro ou o Surface Pro 4) e devices mais baratos. Há ainda a linha dos 2 em 1, que se transformam em notebooks. Contudo, nenhum deles parece mostrar perspectiva de crescimento para retomar as vendas. Esse mercado sofreu muito com a falta de novidades consistentes. O consumidor não parece entusiasmado em trocar o aparelho. Com isso, 2017 pode ser decisivo para o futuro desse mercado.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *