NOTÍCIAS

Mais um pioneiro da internet se vai. Monster.com será comprado

Mais um pioneiro da internet se vai. Monster.com será comprado

by 9 de agosto de 2016 0 comments

Depois que o Yahoo deixou de existir como conhecíamos, após a compra pela empresa de telefonia Verizon, mais um pioneiro da internet caminha para desaparecer do mercado. O site Monster.com, de vagas de emprego, deve ser comprado nos próximos dias pela empresa holandesa de Recursos Humanos Randstad. O valor da negociação é cerca de US$ 429 milhões (cerca de R$ 1,36 bilhões) e o site será mantido como um negócio à parte, ainda com a marca tradicional.

A empresa de RH quer aproveitar a plataforma digital e os usuários desse pioneiro da internet para oferecer seus serviços. “A Monster é um complemento natural para a Randstad”, disse Jacques van den Broek, CEO da Randstad. “A transação está alinhada com nossa estratégia de crescimento e reflete o nosso compromisso de trazer a oferta e a buscas em um conjunto que possa conectar melhor as pessoas certas para as vagas certas.”

O acordo terá implicações no segmento de oferta de vagas no mundo inteiro. A Monster tem presença em todos os principais mercados. Nos próximos meses, países como a Índia, que vive um momento melhor de economia e empregos, devem sentir de imediato a fusão. Ambas as empresas têm planos de crescimento naquele país. A Monster.com é um concorrente incômoda para as líderes de mercado local, Naukri.com, Timesjobs e Shine. Já mercados que passam por instabilidade econômica e política, como o brasileiro, podem demorar um pouco mais para sentir os efeitos.

Desafio das redes sociais
O mercado de oferta de vagas tem mudado muito com o surgimento das mídias sociais. Oportunidades de trabalho aparecem rotineiramente no Twitter e Facebook, transformando o valor desse mercado em uma busca maior por serviços e engajamento do que na vaga em si.

A Monster.com foi fundada em 1999, mas funcionava como uma empresa comum de vagas e fora da internet desde 1993. Atualmente, opera em mais de 40 países. No auge da bolha pontocom (por volta de 1999 e 2000) chegou a ser avaliada em US$ 8 bi.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *