NOTÍCIAS

Lenovo cortará 1.000 vagas por vendas fracas de smartphones

Lenovo cortará 1.000 vagas por vendas fracas de smartphones

by 27 de setembro de 2016 0 comments

A Lenovo anunciou que deve cortar cerca de 1.000 vagas na sua força de trabalho da unidade Motorola Mobility, que foi adquirida em 2014 do Google. O negócio de celulares não está aquecido no mundo todo, com várias marcas passando por redução de vendas e mercados emergentes potenciais mostrando fraco crescimento. A dificuldade pesou para a chinesa, que decidiu pela redução. O total representa cerca de 2% dos 55 mil trabalhadores envolvidos no segmento de mobilidade.

“A maioria das posições eliminadas são parte da integração estratégica em curso entre Lenovo e seu negócio de smartphones Motorola e como a empresa vem se alinhando na organização e agilidade do portfólio de produtos para melhor competir no mercado mundial”, destacou a empresa em comunicado ao mercado.

Essa rodada de demissões é praticamente continuidade dos cortes realizados no ano passado, quando Lenovo cortou 3.200 empregos em toda a empresa. Em maio, a Lenovo reconheceu que não tinha conseguido integrar Motorola como deveria, como os esforços de integração fora de suas expectativas. O custo dessa união tem refletido nas ações da empresa nos mercados chinês e norte-americano.

Aposta no negócio
A Motorola conseguiu recuperar algum prestígio da marca com alguns bons smartphones lançados recentemente. Está ainda, é verdade, longe de seus dias de glória. Contudo, há claros sinais de que a derrocada que vinha ocorrendo pouco antes da compra pelo Google, em 2011, vem mudando de direção.

A Motorola foi comprada pelo Google, em 2011, por US$ 12,5. A antiga marca forte de celulares mundialmente conhecidos não vinha apresentando bons resultados e esperava-se uma recuperação com o apoio da gigante de internet. Mas houve novas dificuldades no mercado e a Motorola mudou de mãos novamente, passando para a Lenovo, e por um valor bem mais baixo.

A empresa acrescenta que os novos cortes de empregos não eram uma decisão fácil, mas foi um passo necessário para garantir o crescimento rentável no longo prazo, e em todas as divisões.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *