NOTÍCIAS

Jogar Pokémon Go com lentes de contato inteligentes é sonho de CEO da Niantic

Jogar Pokémon Go com lentes de contato inteligentes é sonho de CEO da Niantic

by 4 de agosto de 2016 0 comments

O Brasil entrou na lista de países que foram tomados pela febre do game Pokémon Go. Desde o final da tarde da quarta-feira, 4 de agosto, os relatos de monstrinhos fofos caçados e gente saindo pelas ruas com os olhos grudados no celular aumentam nas redes sociais. Mas o CEO da criadora do app, John Hanke, da Niantic, crê que isso é só o começo. No futuro, imagina ele, as pessoas poderão erguer a cabeça e usar lentes de contato inteligentes para jogar.

Não dá pra dizer que o executivo está sonhando. Afinal, os relatórios de pesquisas de mercado sugerem que o jogo ultrapassa US$ 160 milhões em receitas diretas para a empresa e mais alguns bilhões podem estar rumando para negócios paralelos. E o app tem apenas cerca de um mês de lançamento e ainda não alcançou vários dos principais países.

Hanke parece saber alguns dos limites do jogo. O usuário ficar com os olhos grudados no smartphone é um deles. Notícias de tropeções, furto de aparelhos, atropelamentos e acidentes diversos enchem os noticiários. O executivo acredita que uma lente de contato inteligente, um wearable que está sendo desenvolvido por algumas startups e centros de pesquisa, que fosse conectada à internet, deixaria as pessoas mais livres para viver a experiência do jogo.

O Pokémon Go conseguiu uma façanha nessa vida digital que muitos levam. O game – ao contrário de quase tudo que foi inventado anteriormente nessa linha – tirou as pessoas de casa. Há gente revendo amigos, arrumando novos relacionamentos amorosos e visitando locais que jamais tinham botado o pé. As lentes de contato inteligentes permitiriam também uma nova visão, com mundos reais e virtuais misturados. E isso sem comprometer os músculos, nervos e postura dos usuários, que não precisariam mais ficar com a cabeça abaixada.

Buscando evolução
O executivo que se tornou uma celebridade da noite para o dia, assim como o jogo, disse em uma conferência de games e tecnologia que a equipe de 50 funcionários da Niantic passa noites discutindo como o app poderia melhorar. E eles parece saber o que fazem.

O Pokémon Go foi criado como uma evolução de outro jogo da empresa, o Ingress. Mas esse tinha um público menor. Era muito bem feito e considerado um cult entre os amantes da tecnologia. Na época, a companhia era um braço do Google e o executivo um dos líderes da gigante de buscas na área de mapeamento e geolocalização.

A decisão de deixar o Ingress mais Pop foi acertada e o acordo com a Nintendo, dona da marca do Pikachu e sua turma, foi rápido. Por isso, é bom anotar o que Hanke diz. O jogo criou um novo comportamento fora das telas e casas das pessoas. Uma lente de contato inteligente pode fazer todo o sentido.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *