NOTÍCIAS

Fusões e aquisições têm volume histórico em 2014

Fusões e aquisições têm volume histórico em 2014

by 4 de fevereiro de 2015 0 comments

No total foram 818, tornando histórico o número de fusões e aquisições, com uma transação a mais do que as realizadas em 2011, que detinha até então o recorde.

O crescimento foi de 3% no número total de negociações, comparado ao ano passado. “Apesar do período de incerteza da economia brasileira ao longo de 2014, o mercado de fusões e aquisições se manteve aquecido, principalmente nos segmentos de companhias energéticas, alimentos, bebidas e fumo, e nas já tradicionais TI e empresas de internet”, analisa o sócio da KPMG responsável pela pesquisa, Luis Motta.

Motta destaca ainda que o mercado se manteve bastante estável em 2014. “Não tivemos grandes picos, mas uma estabilidade ao longo do ano. No primeiro semestre, foram 406 transações e 412 no segundo período do ano.”

Negócios internacionais
De acordo com o executivo, o Brasil continua sendo um foco de investimentos de empresas estrangeiras. “Durante o ano passado, foram 399 transações de estrangeiros comprando aqui no país, um crescimento de 10% em relação a 2013. Ou seja, aos olhos internacionais ainda oferecemos boas oportunidades.”

A pesquisa também mostra uma maior busca das empresas brasileiras por internacionalização. Foram 44 empresas de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no exterior, um crescimento de 20% em relação a 2013, que registrou 37 operações. As empresas brasileiras também aumentaram as negociações adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil. Foram 43 negócios em 2014, contra 37 do ano anterior.

“Essa busca pelo mercado internacional provavelmente está alinhada ao processo de recuperação econômica dos países desenvolvidos, que reduz o risco de investimentos de longo prazo nesses países, embora também aumente o valor dessas empresas devido à valorização de suas moedas em relação ao Real”, analisa Motta.

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *