NOTÍCIAS

Fraudes online: empresas preferem lidar com consequências em vez de prevenir

Fraudes online: empresas preferem lidar com consequências em vez de prevenir

by 21 de agosto de 2015 0 comments

Cerca de metade dos bancos e companhias de sistemas de pagamento prefere lidar com os incidentes cibernéticos depois que eles acontecem em vez de investir em ferramentas para evitá-los. Os números aparecem em uma pesquisa realizada pela Kaspersky Lab, em cooperação com a International B2Bcom, na qual foram as empresas descreveram a real postura em relação à segurança de informações, incluindo as políticas corporativas de proteção contra fraudes online.

Durante a pesquisa, 48% das organizações financeiras informaram que priorizam atenuar as consequências em vez de prevenir seus acontecimentos. Além disso, 29% das empresas de todos os setores acreditam que é mais barato e eficaz resolver os casos de fraude depois que eles ocorrem, em vez de evitar os incidentes.

De acordo com os representantes dos bancos e operadoras de serviços de pagamento, quando ocorre um incidente de fraude cibernética envolvendo a conta de um cliente, apenas 41% das organizações toma medidas para evitar que isso aconteça novamente no futuro. Ainda, 36% das empresas realizam uma análise da vulnerabilidade explorada no ataque, e 38% oferecem indenizações pelas perdas. A política mais popular entre as empresas (66%) é tentar descobrir quem realizou o ataque.

Segurança em vários níveis
“Apoiar-se exclusivamente na atenuação das consequências negativas de fraudes é o mesmo que tentar tratar os sintomas de uma doença sem buscar sua causa. Os sintomas se repetirão e a doença progredirá. A Kaspersky Lab reforça a importância da prevenção. Muitos dos principais bancos do mundo já reconheceram isso e implementaram a ‘prevenção à causa primária das fraudes’, mas, assustadoramente, muitos ainda dependem da ‘detecção reativa de fraudes’. A cada ano, os cibercriminosos inventam métodos de ataque mais sofisticados e o fato dos bancos não tomarem medidas preventivas possibilita um crescimento ainda maior do número de cibercrimes e do volume dos prejuízos”, declara Ross Hogan, Líder Global da Divisão de Prevenção de Fraudes da Kaspersky Lab.

Os especialistas da Kaspersky Lab recomendam que os bancos e serviços de pagamento usem métodos abrangentes de segurança contra fraudes online para proteger seus clientes em vários níveis. Um desses métodos é a plataforma Kaspersky Fraud Prevention, que inclui ferramentas de controle de ameaças instaladas nos dispositivos dos clientes, além do componente de servidor localizado na infraestrutura de informações do banco. Por meio de um código especial incorporado na página do banco na internet, esse componente detecta remotamente infecções nos dispositivos dos clientes. Leia este documento para saber mais sobre os princípios de operação dessa plataforma.

A Pesquisa envolveu mais de 5.000 representantes de empresas, incluindo 131 bancos e serviços de pagamento, de 26 países.

 

Acessse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *