NOTÍCIAS

EMC acena para o futuro com alto desempenho e redefinição da TI

EMC acena para o futuro com alto desempenho e redefinição da TI

by 5 de maio de 2015 0 comments

Big Data e Cloud foram as vedetes do evento anual da EMC, o EMC World 2015, que acontece hoje (04/05) em Las Vegas, nos Estados Unidos, e vai até o dia 07/05. Esses conceitos são para a companhia a chave para a nova geração de aplicações de negócios, esperada por muitos e que já começa a ser buscada por quem deseja transformar o quanto antes o seu negócio.

Em sua abertura, hoje (04/05), pela manhã, a empresa mostra que o mundo notoriamente mudou, sabemos, porque rendeu-se sem volta aos ágeis e atraentes recursos que regem a era digital. Esta que traz na essência a mobilidade, apoiada na nuvem e em tecnologias como Big Data, ainda na luta pelo seu verdadeiro espaço em solo brasileiro. De fato, um novo cenário que demanda a cada dia mais agilidade e capacidade para armazenar a avalanche de dados gerada de todo o canto.

David Goulden, CEO da EMC Information Infrastructure Group, fez coro com o mercado e retoma o novo desenho do cotidiano tomado por smartphones acessados todo o tempo, Internet das Coisas (IoT), enfim, a febre digital que contaminou o mais desligado (e não desconectado) dos seres humanos.

Para ele, os negócios nascidos no modelo de cloud computing já estão promovendo essa nova forma de viver, e os negócios mais antigos precisam repensar e criar formas de transformação e adaptação para atender às expectativas desses novos consumidores. “É preciso construir infraestrutura de cloud com novas tecnologias, aplicar recursos de nova geração de Big Data e novas aplicações”, alerta o executivo.

Goulden destacou dados de recente estudo encomendado pela EMC, o The Information Generation: Transforming The Future, realizado pelo Institute for the Future e pela Vanson Bourne. A pesquisa avaliou o impacto de uma crescente comunidade global de cidadãos digitais e revelou que os líderes empresariais em todo o mundo não estão prontos para o futuro.

O levantamento abordou 3.600 líderes globais em 18 países, abrangendo empresas de grande e médio portes em nove setores, para determinar os principais fundamentos empresariais exigidos para ter sucesso hoje e ao longo da próxima década.

A quase totalidade dos líderes empresariais pesquisados (96%) acredita que as novas tecnologias mudaram definitivamente as regras dos negócios. Além disso, 93% relatam que os recentes avanços tecnológicos estão redefinindo as expectativas do cliente, e quase todos acreditam que esse cenário será acelerado na próxima década. E, não por acaso, o tema deste evento é Redefine.Next.

Ainda segundo o estudo, apenas 12% conseguem perceber novas oportunidades, 9% inovam com agilidade, 14% demonstram transparência e confiabilidade e 11% oferecem experiência personalizada ou funcionam em tempo real (12%) – e o fazem bem e em toda a empresa.

Goulden tira da manga a bandeira da convergência de infraestrutura. “Vital para os negócios que precisam lidar com diferentes plataformas”, avisa. E reitera a capacidade das soluções de Enterprise Hybride Cloud, capazes de transformar, segundo ele, a infraestrutura e, consequentemente, os negócios. Deixou claro que o pulo do gato da companhia é justo essa capacidade de “unir forças tecnológicas”, em “perfeita harmonia”.

Os data centers ganharam destaque por serem considerados esteira para possibilidades da nova era. Eles precisam de muita escalabilidade e capacidade de armazenamento à altura das novas exigências do mercado. A disponibilidade é algo crítico e também necessário para que tudo funcione de acordo com o novo desenho das necessidades da TI transformada.

Simplicidade, tema que tem sido destaque de empresas importantes desse mercado, também não ficou livre dos holofotes, e foi devidamente comprovada por meio de um menino de 11 anos, que foi chamado ao palco. Em pouco mais de 20 segundos, ele provisionou e configurou VMax3, solução de alta capacidade de armazenamento e performance para nuvens híbridas, recém-saída do forno. “Muito simples”, comprovaram.

Guy Churchward, presidente da divisão Core Technologies da EMC, anuncia a nova versão mais robusta do XtremIO, a 4.0. Com funcionalidades mais poderosas, foi apelidada de “The Beast – A fera” pelos clientes. “Ela pode suportar capacidade estrondosa, alta facilidade de expansão (alta escalabilidade) e performance”, diz.

É a nova era, com novas possibilidades e anúncio de que muito ainda está por vir. Vamos aguardar os próximos dias do evento.

*A jornalista viajou a Las Vegas a convite da EMC

Acessse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *