NOTÍCIAS

Drones, balões ou satélites? Como você acessará a Internet daqui a alguns anos?

Drones, balões ou satélites? Como você acessará a Internet daqui a alguns anos?

by 7 de agosto de 2015 0 comments

Com 7 bilhões de pessoas no planeta, algumas empresas começam a ver uma imensa oportunidade de negócios se todas elas tiverem acesso à internet. Atualmente, existem pouco mais de 3,2 bilhões de conectados on line, com 2 bilhões deles sendo de países desenvolvidos. A maioria dos sem-rede está em lugares isolados que vão de rincões esquecidos a zonas rurais por onde se chega somente com um bom 4×4.

O acesso à internet é apontado em vários estudos como um fator essencial para o crescimento da economia. A relação pessoas online x PIB parece indelével, já que empresas e profissionais ganham a possibilidade de trabalhar em projetos novos, produtos digitais, trocar informações e pesquisar. Estimativas sobre isso indicam que a internet bem distribuída pode aumentar até 20% o PIB de uma região. (Clique aqui, já preparamos uma pesquisa na web sobre o tema pra você).

De olho nesse mercado estão Google, Facebook e Space-X. Cada uma com sua tecnologia futurista própria para fornecer “internet no céu”. O objetivo comum delas é o mesmo – oferecer sinal de internet no mundo inteiro. Será finalmente que a promessa de “em qualquer lugar e a qualquer momento” está chegando?

GoogleLoonBalões
O Google lançou em 2013 o projeto Loon para levar a Internet a toda população da Terra por meio de balões. Artefatos parecidos com os balões meteorológicos foram equipados com retransmissores. A velocidade idealizada é semelhante às das redes 3G de telefonia. O aparato do Google Loon (entendeu o trocadilho? Google+Balloon) é movido a energia solar e usa algoritmos para identificar os pontos cegos de sinal. Ao achar, vários deles se unem, formando uma estrutura robusta para transmitir dados.

FacebookAquilaDrones
O Facebook entrou na briga recentemente com seu projeto Aquila, parte do esforço Internet.org. Com um imenso drone (veículo aéreo robô), a empresa espera cobrir o planeta com sinal de internet. A aeronave vai até as regiões isoladas e transmite para receptores que estão no solo. Esses, replicam o sinal por meio de lasers. O Aquila tem a envergadura de um boeing 737 e também é movido a energia solar.

Satélites
Transmitir sinal de internet por satélite não é novidade, mas algumas empresas querem fazer disso algo comum e barato. Essa briga conta só com estrelas do mundo dos negócios digitais e gigantes cheios de dinheiro pra investir. De um lado está a Space-X, comandada pelo criador OneWebSatellitedos carros elétricos esportivos Tesla, o empresário Elon Musk. Por trás dele tem apoio do Google. De outro está Greg Wyler, CEO da OneWeb, que tem apoio da Virgin. O plano é simples, lançar uma constelação de satélites para enviar sinal de internet tão rápida quanto a de fibra óptica.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *