NOT脥CIAS

CES 2017 e seus impactos nos neg贸cios do Brasil

CES 2017 e seus impactos nos neg贸cios do Brasil

by 13 de janeiro de 2017 0 comments

* Por Marcia Ogawa

Acabo de retornar de Las Vegas (EUA), onde participei de diversas atividades relacionadas 脿 maior feira de tecnologia do mundo, a CES 鈥 Consumer Electronics Show, que reuniu mais de 170 mil participantes. O que mais me fascina nas edi莽玫es mais recentes da feira 茅 que o evento n茫o 茅 mais exclusivamente dirigido ao 鈥渃onsumidor鈥, e muito menos restrito ao mundo da 鈥渆letr么nica鈥, tal como diz seu nome.

As solu莽玫es de transforma莽茫o digital aplic谩veis ao p煤blico corporativo 鈥 como o automotivo, da sa煤de, com茅rcio, seguran莽a, educa莽茫o, agricultura, manufatura, turismo e outros 鈥 se misturam aos lan莽amentos de novas TVs, consoles de v铆deo game e eletrodom茅sticos.

Tudo come莽a no consumidor, que hoje 茅 digital, e exige intera莽玫es digitais, inteligentes e personalizadas, o que abre um mundo de oportunidades e, ao mesmo tempo, desafios para as corpora莽玫es.

As fronteiras entre o mundo da manufatura, da tecnologia e das telecomunica莽玫es s茫o fluidas. Hoje, fica dif铆cil distinguir os limites de uma companhia automotiva, ou de uma empresa de artigos esportivos, pois ambas, al茅m de vender seus produtos originais do mundo f铆sico, ofertam solu莽玫es de conectividade e produtos digitais. J谩 participam das iniciativas da 5G (quinta gera莽茫o de conex茫o de telecomunica莽玫es, em telefonia e dados, em desenvolvimento e, em alguns casos, em implanta莽茫o internacionalmente), que foi amplamente explorada no CES deste ano.

As aplica莽玫es de realidade aumentada, drones e assistentes virtuais tra莽am um paralelo, tanto no mundo do consumo, quanto no corporativo. O 鈥淒e 鈫 Para鈥, que liga um mundo (e suas realidades, praticidades e usabilidades espec铆ficas) ao outro fica f谩cil de ser estabelecido.

O que 茅 importante 茅 que a tecnologia est谩 em nossas m茫os, acess铆vel, democr谩tica, pronta para ser consumida. Os softwares de intelig锚ncia artificial est茫o dispon铆veis para serem consumidos, tanto por nossas crian莽as no aux铆lio a suas tarefas escolares, quanto por enfermeiros e m茅dicos de um centro de sa煤de.

Os keynote speakers do CES, grandes especialistas deste mundo que est谩 em constante mudan莽a e evolu莽茫o, derrubaram os muros que separavam ind煤strias tradicionais das de tecnologia, m铆dia e telecomunica莽玫es. Empresas inusitadas 鈥 como a Carnival, de cruzeiros mar铆timos, e a Under Armour, de artigos esportivos 鈥 apresentaram propostas de experi锚ncias in茅ditas aos usu谩rios, oferecendo conectividade digital e personalizada. Este 茅 o lado fascinante do CES, mostrando o poder pervasivo e ub铆quo das novas tecnologias.

O que me entristece 茅 a completa aus锚ncia do Brasil neste evento, seja na exibi莽茫o de casos de uso, como de participantes ativos, liderando determinadas tem谩ticas.

Preparados?
Fa莽o uma reflex茫o e vejo que a nossa baix铆ssima representatividade no mundo da tecnologia adv茅m de tr锚s fatores principais: mercado excessivamente protecionista, o que deixa todos n贸s m铆opes, achando que 鈥渏谩 estamos no estado da arte鈥, ou c茅ticos, ignorando as novas tecnologias ou achando que 鈥渁inda v茫o demorar para chegar no Brasil鈥; o segundo fator 茅 a falta de valoriza莽茫o do profissional 鈥渕aker鈥 (aquele que faz os sonhos tornarem-se realidade, ligado 脿s ci锚ncias exatas), o que faz com que as nossas crian莽as n茫o sejam atra铆das para as profiss玫es desse segmento do conhecimento e com que os nossos melhores talentos j谩 formados sigam outras carreiras, ou saiam do pa铆s; e o terceiro 茅 a falta de diversidade de parcerias e acordos bilaterais com outros pa铆ses na 谩rea de tecnologia, para que o Brasil possa participar das cadeias de valor do mundo desenvolvido.

O dinamismo do setor n茫o nos permite querer dominar todos os elos da cadeia. 脡 indispens谩vel, muitas vezes, que se deixe de lado o 鈥渦fanismo鈥 e a 鈥渪enofobia鈥, sendo pragm谩ticos, e investindo onde realmente temos compet锚ncia e voca莽茫o.

As empresas que hoje est茫o dando show no CES s茫o de pa铆ses que conseguiram endere莽ar estas quest玫es no 芒mbito de pol铆ticas de Estado, de modo pragm谩tico, sem ideologias. 脡 o que est谩 faltando em nosso pa铆s para que flores莽a a nossa ind煤stria de tecnologia, pois temos a mat茅ria-prima essencial: uma popula莽茫o vasta, criativa e que absorve a tecnologia com facilidade.

s贸cia-l铆der para as ind煤strias de Tecnologia,
M铆dia e Telecomunica莽玫es da Deloitte Brasil.

Nenhum Coment谩rio

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Coment谩rio Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um coment谩rio.

Deixe uma resposta

<

O seu endere莽o de e-mail n茫o ser谩 publicado. Campos obrigat贸rios s茫o marcados com *