NOTÍCIAS

Banco Central americano foi alvo de hackers em mais de 50 vezes entre 2011 e 2015

Banco Central americano foi alvo de hackers em mais de 50 vezes entre 2011 e 2015

by 3 de junho de 2016 0 comments

O Congresso dos Estados Unidos criou uma comissão para investigar os ataques feitos ao Federal Reserve (equivalente ao Banco Central) por hackers. Relatórios internos obtidos por jornalistas nessa semana indicam que o Fed foi alvo de ao menos 50 ataques entre 2011 e 2015.

Os legisladores estão preocupados com as brechas existentes e que o aproveitamento delas por cibercriminosos acabe influenciando todo o sistema econômico americano ou, em hipótese mais dramática, causar um colapso em bancos e na economia.

Uma comissão do Congresso EUA lançou uma investigação sobre práticas de segurança cibernética da Reserva Federal depois que um relatório Reuters revelou mais de 50 violações cibernéticas no banco central EUA entre 2011 e 2015.

O Comitê de Ciência, Espaço e Tecnologia enviou, nesta sexta-feira, 3 de junho, uma carta a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen para expressar “sérias preocupações” sobre a capacidade do banco central para proteger as informações financeiras confidenciais.

As informações sobre os ataque foram obtidas por jornalistas da Reuters, que reivindicaram o Freedom of Information Act, uma lei de acesso à informação. Os documentos visualizados estavam fortemente editados, mas continham relatos das ações de hackers. No entanto, não detalhavam as medidas tomadas ou se houve algum vazamento de informação ou desvio de dinheiro.

Federal Reserve é alvo de hackers

Carta da comissão do Congresso que foi enviada ao Fed

Ameaças
O senador republicano do Texas e presidente da comissão, Lamar Smith, foi o autor da carta. Ele põe em dúvida a política de cibersegurança do Fed. “Estes documentos levantam sérias preocupações sobre a postura de segurança cibernética do Federal Reserve, incluindo a sua capacidade para evitar ameaças que comprometam informações financeiras altamente sensíveis alojadas nos sistemas.”

A comissão pede os documentos obtidos por jornalistas e outros que mostrem detalhes dos ataques e medidas tomadas. Mas destaca que o Fed deve mostrar os relatórios sem edição ou rasura de “Top Secret”. O Fed tem até dia 17 de junho para responder o pedido da carta.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *