NOTÍCIAS

AWS lança buscas analíticas em exabytes do “data lake”

AWS lança buscas analíticas em exabytes do “data lake”

by 20 de abril de 2017 0 comments

A Amazon Web Services (AWS) divulgou ontem, 19 de abril, que incluiu um novo recurso de buscas analíticas. O Redshift Spectrum permite que os clientes do Amazon Redshift executem consultas SQL em seus exabytes de dados armazenados no Amazon Simple Storage Service (Amazon S3).

O poder analítico vai além dos dados armazenados em discos locais do data warehouse. O Redshift Spectrum aplica uma sofisticada otimização de consulta, dimensionando o processamento por milhares de nodes, de modo que os resultados são rápidos ─ mesmo com grandes conjuntos de dados e consultas complexas. As buscas podem ser estendidas para as grandes quantidades de dados não estruturados, armazenados nos “data lake” do Amazon S3. E isso sem ter que carregar ou transformar dados.

O Amazon Redshift é um dos serviços de maior crescimento da AWS, porque permite que os clientes realizem, com um desempenho super-rápido, consultas complexas em petabytes de dados estruturados armazenados em discos locais de alto desempenho ─ tudo por um décimo do custo dos data warehouses tradicionais.

No entanto, como o custo de armazenamento de dados continuou a cair, os clientes estão cada vez mais armazenando grandes quantidades de dados no “data lake” do Amazon S3, incluindo dados não estruturados que talvez poderão nunca serem enviados a um data warehouse. Agora, com o Redshift Spectrum, analisar todos esses dados é tão fácil quanto executar uma consulta SQL padrão com o Amazon Redshift.

Como o Redshift Spectrum suporta a mesma sintaxe SQL do Amazon Redshift, os clientes podem executar consultas sofisticadas usando as mesmas ferramentas de Business Intelligence (BI) que utilizam hoje. Eles também podem executar consultas que abrangem os dados frequentemente acessados que estão armazenados localmente no Amazon Redshift e também os seus conjuntos de dados armazenados de forma econômica no Amazon S3.

Rapidez
A nova ferramenta da AWS dimensiona automaticamente a capacidade de computação de consulta com base nos dados que estão sendo acessados, de modo que as consultas realizadas nos dados armazenados no Amazon S3 são executadas rapidamente, seja no processamento de apenas alguns terabytes, petabytes ou até mesmo de exabytes.

Os clientes podem começar a usar o Redshift Spectrum usando o AWS Management Console. O Amazon Redshift Spectrum está disponível nas regiões do Leste dos Estados Unidos (W. Virginia), do Leste dos Estados Unidos (Ohio) e do Oeste dos Estados Unidos (Oregon) e se expandirá para outras localidades ao longo dos próximos meses.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *