NOTÍCIAS

4G mais seguro é o que prometem Intel Security e Ericsson

4G mais seguro é o que prometem Intel Security e Ericsson

by 24 de março de 2015 0 comments

Intel Security e Ericsson criaram uma solução voltada para as necessidades das operadoras móveis em melhorar a percepção da situação de segurança sobre o volume cada vez maior de tráfego ilegal nas redes móveis, a fim de poder proteger adequadamente seus recursos de rede, sua reputação e seus clientes.

De acordo com as empresas, as tendências indicam que o malware móvel está predominando e que um número cada vez maior de aparelhos conectados às redes móveis pode ser atacado e usado para atacar a internet e, até mesmo, a própria infraestrutura das redes móveis. É difícil solucionar os ataques à rede de fora da rede móvel, o que lança sobre as operadoras o aumento dos custos operacionais e a diminuição da satisfação dos clientes em virtude de aparelhos comprometidos.

A solução Mobile Network Security usa o Ericsson Network Manager e os produtos Next Generation Firewall e Security Event Management da Intel Security. As empresas apresentaram uma demonstração, durante o evento Mobile World Congress, realizado em Barcelona, neste mês, que incluiu técnicas de detecção e proteção do EPC (Núcleo de Pacote Evoluído) contra ataques de negação de serviço distribuída (DDoS) que partem de terminais móveis, além do gerenciamento do malware móvel que entra na rede móvel pela Internet.

Como funciona
Por meio da combinação exclusiva de informações de segurança das redes móveis e dos usuários finais com recursos para análise, a solução pode elevar o nível de consciência das operadoras sobre a situação e proporcionar a elas informações práticas. Utilizando plenamente as informações coletadas do tráfego em vários pontos da rede, as operadoras ficam mais preparadas para defender-se contra o controle ilícito intencional e acidental e o tráfego de usuários. Isso pode aumentar a eficiência e a velocidade da rede e melhorar a postura geral de segurança da rede.

A diminuição do tráfego ilegal na área sem fio e nas áreas intermediária e central das linhas fixas pode proporcionar ganhos operacionais mensuráveis para as operadoras. O aumento da velocidade da infraestrutura pode, ainda, melhorar a experiência dos clientes e diminuir o número de chamadas feitas à central de suporte por causa da deterioração da velocidade dos dispositivos e da rede causada pelo malware. À medida que a Internet das Coisas (IoT) começa a desempenhar um papel maior nos serviços de valor agregado relacionados à infraestrutura móvel, uma segurança refinada no EPC oferece novas formas de diferenciação.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *