NOTÍCIAS

Vírus de computador cancela centenas de cirurgias em hospitais

Vírus de computador cancela centenas de cirurgias em hospitais

by 3 de novembro de 2016 0 comments

Um ataque de vírus a computadores do National Health Service (NHS), serviço de saúde público da Inglatera, paralisou diversos hospitais e obrigou o cancelamento de centenas de cirurgias que estavam programadas, no último domingo, 30 de outubro. A ação atingiu serviços médicos localizados principalmente na localidade de Lincolnshire, no leste da Inglaterra.

O tipo do vírus não foi divulgado. O site do Northern Lincolnshire and Goole NHS Foundation Trust, uma instituição de coordenação e oferta de serviços médicos, classificou o ataque como “grande”.

nlg_nhs

Aviso no site dos hospitais avisa que invasão de vírus foi grave, mesmo após alguns dias da identificação

Diversas instituições da região inglesa compartilham infraestrutura de TI e banco de dados do NHS para poderem atender melhor e com menor custo. O vírus obrigou as chefias de tecnologia dos hospitais a paralisarem todo o sistema, que inclui o agendamento de cirurgias, para que o problema fosse detectado, isolado e eliminado.

“Tomamos a decisão, seguindo o conselho de especialistas, para fechar a maioria dos nossos sistemas para isolar e destruir o vírus” descrevia o alerta só site, entre domingo e quarta-feira. “Todas as operações planejadas, consultas ambulatoriais e procedimentos de diagnóstico foram cancelados para quarta-feira, 2 de novembro com um pequeno número de exceções.”

Danos e transferências
Essa é uma solução extrema, principalmente em serviços públicos que precisam ficar operando constantemente e mostra que o vírus era de difícil remoção e, fica plausível imaginar que o intruso também causaria danos maiores do que a optar pela paralisação.

Pessoas em situação de emergência e mulheres em trabalho de parto foram encaminhadas para hospitais próximos que não foram afetados pelo ataque. Hoje, 3 de novembro, o aviso ainda permanecia na capa do site, alertando os pacientes a confirmarem procedimentos cancelados dos dias anteriores e a reverem a agenda dos hospitais após a invasão.

Ataques a hospitais e sistemas de saúde têm ficado mais frequentes nos últimos meses. Várias empresas de segurança estão alertando, em notificações e relatórios, que essas instituições estão na mira de hackers maliciosos devido ao grande número de informações sigilosas sobre pacientes que contém. Esses dados, após serem roubados, valem um bom dinheiro no mercado negro da internet e deep web.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *