NOTÍCIAS

Uma brasileira na gestão de TI do futebol nos EUA

Uma brasileira na gestão de TI do futebol nos EUA

by 6 de julho de 2017 0 comments

O profissionalismo do esporte nos Estados Unidos é conhecido e invejável. Seja qual for a modalidade, as equipes estão sempre investindo em melhorias para os atletas, torcedores e sócios. E, se o sucesso vai muito além das linhas do campo e quadras, a tecnologia tem um papel fundamental nisso. O moderno estádio do Orlando City Soccer Club – com sede em Orlando, na Flórida (EUA) – inaugurado recentemente, conta com serviços de gestão de infraestrutura de tecnologia fornecida pela Resource, multinacional brasileira de serviços de TI e integração digital.

O time é conhecido de quem acompanha o soccer. É onde joga o meia Kaká, ex-São Paulo FC e Seleção. O clube foi fundado pelo empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva, após ter sucesso no ramo de franquias para idiomas. Os “Lions” como são conhecidos os jogadores, estão ganhando a simpatia do público de futebol nas terras americanas e a gestão de tecnologia do estádio e fornecimento de facilidades para a torcida (a LionNation) é cada vez mais essencial.

“Estamos muito empolgados e felizes por fazer parte desse projeto. Uma empresa legitimamente brasileira ter sido escolhida para levar tecnologia e infraestrutura de ponta para os Estados Unidos é motivo de grande satisfação”, afirma Fábio Back, vice-presidente de Negócios da Resource para a América do Norte.

É o primeiro cliente da Resource da área esportiva. O Orlando City Stadium foi inaugurado em março de 2017, mas o trabalho da empresa começou antes: em janeiro deste ano. “Dividimos a nossa atuação em duas frentes: estádio e escritório do time. Em ambas, além da implementação realizada em parceria com outras companhias norte-americanas, cuidamos da sustentação do ambiente digital”, diz Back.

Foram instalados 500 access points para acesso à Internet, telões, câmeras de segurança e scanners para leitura dos ingressos, além de equipamentos de informática, de som, de TV e de comunicação. Para suportar o tráfego de dados, foi implantada uma rede interna de 10 GB de velocidade. “Fazemos todo o Service Desk para a utilização do escritório pelos funcionários. Atuamos para garantir o pleno acesso e funcionamento de todos os equipamentos, seja em dia de jogos, seja em reuniões”, diz o Vice-Presidente.

Modelo
Três meses após a inauguração, o Orlando City Stadium já se destaca como um dos melhores estádios de toda a Major League Soccer (MLS), principal campeonato de futebol dos Estados Unidos e do Canadá. Quem afirma isso é o conceituado jornal inglês The Guardian, que divulgou recentemente uma avaliação comparando todas as arenas utilizadas nos jogos da MLS. Questionado sobre o maior desafio do projeto, Back é enfático: “fazer toda essa infraestrutura conversar entre si, principalmente em dias de jogos, já que a capacidade do estádio é de 25.500 pessoas e todos os ingressos para 2017 já estão esgotados, ou seja, teremos casa cheia até o fim da temporada.”

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *