NOTÍCIAS

Redundância em Internet necessária para garantir alta disponibilidade dos negócios

Redundância em Internet necessária para garantir alta disponibilidade dos negócios

by 10 de abril de 2018 0 comments

por George Bem*

Quem trabalha com TI (Tecnologia da Informação) está familiarizado com o termo “redundância”, que reúne os meios para se garantir a alta disponibilidade de um sistema, rede de computadores e todo o ambiente de TI em pleno funcionamento em caso de falhas de máquina ou sistema, incidentes diversos ou sobrecarga a uma ou mais aplicações.

Um exemplo bem simples envolve os serviços na computação em nuvem, que utilizam diversos datacenters distribuídos para se garantir a sua alta disponibilidade. O backup de dados ou de sistema também pode servir de exemplo, uma vez que ele permite a recuperação imediata das informações ou da aplicação em caso de falha.

No caso da Internet, a redundância pode ser obtida quando a empresa possui mais de um fornecedor de acesso para evitar que a indisponibilidade de um dos provedores afete toda a operação de negócios. Ou seja, se o acesso à Internet de um provedor cai, imediatamente o serviço do outro provedor é acionado, evitando que a queda da conexão possa trazer perdas na execução de tarefas, seja ela o salvamento de um arquivo, seja uma transação financeira online.

A maioria das empresas possuem a redundância em toda a sua infraestrutura de TI e de Internet, mas, nota-se uma grande dificuldade em determinadas regiões do Brasil de conseguir uma conexão estável e de confiança, seja como principal ou de backup, principalmente quando se sai dos grandes centros urbanos e econômicos.

Na maioria dos casos, empresas em locais afastados usam conectividade via rádio, onde a disponibilidade é menor e dependendo da tecnologia usada e na maioria dos casos, existe muita interferência, devido ao fato de muitos provedores usarem a tecnologia de frenquência “aberta”, a mesma que normalmente é usada em casa e escritórios. A telefonia celular também é muito usada para atender a esta demanda de conectividade, mas no entanto, ela não é capaz de atender às demandas de alta disponibilidade e velocidade.

O que vem ganhando mercado e se tornando uma realidade é a Internet via satélite, onde a nova tecnologia consegue oferecer alta velocidade e excelente relação custo/benefício, viabilizando o uso de uma tecnologia que, em um passado recente, só era possível para grandes empresas e com muito dinheiro para investir.

Onde a redundância de Internet pode fazer a diferença
Qualquer negócio pode se beneficiar da redundância, seja ela de sistemas ou de Internet, principalmente as empresas e pequenos escritórios onde o acesso é precário: em áreas remotas, propriedades rurais, áreas de mineração, Oil & Gas, canteiros de obras. Para estas localidades, a Internet via satélite chega para se consolidar e resolver os problemas atuais de conexão.

Com a Internet via satélite, as empresas podem usar tanto como principal, ou backup, com acesso privado as suas redes corporativas (VPN), atender demandas do dia a dia, acesso remoto, monitoramento, acesso para IOT, transmissão de vídeo e entre outras atividades e isso ainda é possível com banda ilimitada, não limitando a franquia de dados e IP Público fixo para o mercado corporativo.

*George Bem é CEO da InternetSAT, operadora e integradora de soluções de Telecomunicações.

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *