NOTÍCIAS

Não é só colocar “Digital” no nome que te transforma

Não é só colocar “Digital” no nome que te transforma

by 3 de julho de 2017 0 comments

O Governo inglês mudou o nome do departamento de Cultura, Mídia e Esporte para Departamento de Digital, Mídia Cultura e Esporte. O que isso significa? Ninguém sabe.

Ser Digital é a nova moda. “Transformação Digital” é o novo mantra da tecnologia. Deveria ser uma mudança radical em modelos de negócio, mentalidade de gestão, rapidez e alcance. Só que poucas empresas e governos fazem isso. Quase ninguém, pra dizer a verdade.

O que mais acontece atualmente é colocarem um “Digital” no meio de alguma coisa, ou no discurso, pra saírem fazendo pose de coisa nova. O resultado dessa tosquice é sempre cômico.

Parece o tiozão que quer recuperar a juventude e compra uma Harley, faz uma tatuagem, ou fica galinhando as moças mais novas com piadas velhas. Só aparência e papo-furado.

Uma grande empresa brasileira de tecnologia tradicional está querendo ser digital agora. Tem planos que parecem até bem estruturados e de boa vontade. O símbolo disso tudo é um escorregador para os funcionários da nova sede. Não há analogia que ligue um brinquedo infantil a ser digital nesse mundo de games multiplayers com itens que não existem fisicamente sendo comercializados on-line e jogos no smartphone com realidade aumentada.

Uber, AirBnb, Facebook e outras empresas que podem ser chamadas de Digital não precisam de um escorregador. Elas são a transformação digital. Trabalham com tudo que está transformando o mundo hoje (dados, analytics/big data, cloud, inteligência artificial, algoritmos, APIs, etc).

Todo dia eu recebo releases de empresas enaltecendo que agora são Digital e estão ajudando clientes a serem digitais. Não. Não estão. Conheço cada uma delas após essas décadas trabalhando no setor. Elas são de tecnologia. Da tecnologia tradicional, vendendo tecnologia tradicional, funcionando como sempre funcionaram. São TI! São daquela fase que começou há décadas e teve auge no início dos anos 2.000. Ou são web, a fase que veio logo após, com o e-commerce.

Bolhas
Pode-se até pensar que isso é realmente uma moda, algo passageiro. Digital é só mais um termo que inventaram pra vender mais.

Sim. Meu amigo. É isso mesmo. Só que é esse o jeito dessa indústria de tecnologia.

Essa é uma indústria que fabrica bolhas, costumo dizer.

Umas estouram rápido, outras nem chegam a encher.

O termo Digital é vago, mas muito fácil de ser entendido. Tudo tem que funcionar de um jeito novo. Pra entender, pegue o seu contrário. Analógico.

É a mesma diferença entre um relógio analógico e um digital. Pra passar das 10h20 para 10h21, o analógico percorre todos os segundos, décimos, centésimos e milésimos. Aquele espaço entre um minuto e outro precisa ser percorrido. Você vê isso. O ponteiro vai andando, andando…. O digital não. Pula de um pro outro. Só percorre se for definido pra isso.

É assim que empresas e governos precisam funcionar para serem digitais. Mudar rapidamente. Não uma nem duas ou três vezes. É constantemente.

Ou as empresas e governos fazem isso ou caem no ridículo, como o governo inglês (veja algumas reações abaixo). E ainda passam a imagem de que tudo continua a mesma coisa. Mas agora estão de bermuda e camiseta colorida.

 

 

 

 

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *