NOTÍCIAS

Na Inglaterra, consumidor usa de tudo nas compras, menos dinheiro

Na Inglaterra, consumidor usa de tudo nas compras, menos dinheiro

by 23 de maio de 2016 0 comments

O uso de moeda física – o dinheiro comum que conhecemos – pode estar caindo em desuso. Cada vez mais consumidores optam pelo mobile payment (pagamento com o celular) ou outra forma de realizar suas compras com uma alternativa que não seja abrir a carteira, selecionar notas e esperar o troco.

Uma sociedade sem dinheiro? Mais ou menos. Na realidade é o papel moeda e o modo como fazemos transações que está mudando. Não é de hoje. A transformação é parte do mercado e cartões de crédito e mesmo o cheque em papel já tiveram sua chance. Desta vez é o uso de soluções digitais que está crescendo.

No Reino Unido, pela primeira vez na história menos de metade de todas as compras dos consumidores foi realizada com papel moeda, de acordo com a PaymentsUK. A quantidade de pagamentos sem contato (contactless payment) simplesmente triplicou entre 2014 e 2015. Cartões de débito habilitados para NFC e serviços de smartphones como a Apple Pay estão ganhando cada vez mais espaço entre os britânicos .

Em breve, novos dispositivos, como pulseiras ou relógios podem entrar nesse ramo.

Rapidez e tradição
O relatório Pagamentos do Reino Unido descobriru que o adulto médio britânico faz 648 pagamentos por ano, ou cerca de 54 por mês. Em média, os cartões de débito são utilizados por 20 destes pagamentos, enquanto os cartões de crédito são usados apenas para quatro. Mas, apesar da ascensão da tecnologia sem contacto, métodos de pagamento mais antigos ainda estão sobrevivendo. Alguns 546 milhões de cheques foram escritos no Reino Unido em 2015, com média de cerca de 10 cheques por adulto por ano. Isto apesar do fato de que a maioria dos varejistas no Reino Unido se recusar a aceitar cheques.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *