NOTÍCIAS

Microsoft cortará 1.850 empregos em grande reestruturação dos smartphones

Microsoft cortará 1.850 empregos em grande reestruturação dos smartphones

by 25 de maio de 2016

O negócio de smartphones para a Microsoft ainda não é algo consolidado. A empresa perdeu o passo na chegada da mobilidade, entrou tarde nessa esfera e ofereceu produtos que – apesar de muitos serem interessantes – não conquistou o consumidor final. Como resultado dessas falhas todas, a companhia planeja cortar 1.850 vagas de trabalho.

Os postos de trabalho eliminados devem atingir boa parte da antiga Nokia, de dispositivos e serviços mobile, que foi adquirida em 2014, por US$ 7,2 bilhões. O negócio é ainda um peso nas contas da Microsoft e faz parte do pacote de erros cometidos. A criadora do Windows deve arcar com uma baixa contábil de cerca de US$ 950 milhões no primeiro momento da reestruturação, sendo US$ 200 milhões com indenizações.

Não há declarações sobre novas investidas no mercado mobile. A empresa disse que continuará a desenvolver a plataforma Windows 10 para smartphones e manterá suporte para os aparelhos Lumia. Mas não disse nada sobre novos lançamentos.

Ficando para trás
A Microsoft já havia eliminado 7.800 empregos na unidade de smartphones no ano passado. E essa nem foi a primeira ceifada. No período anterior outros 18 mil foram cortados. Mesmo assim, a empresa diz que não está exatamente fora do jogo e colocou seu executivo principal para anunciar os cortes e os próximos passos da empresa.

“Estamos focando nossos esforços onde temos diferenciação – com as empresas que valorizam a segurança, gerenciabilidade e nossa capacidade de continuidade, e consumidores que valorizam o mesmo”, o CEO da Microsoft Satya Nadella, ao anunciar as demissões. “Vamos continuar a inovar em todos os dispositivos e em nossos serviços de nuvem em todas as plataformas móveis.”

O negócio com a Nokia, assim como outras estratégias na área, foi projetado pelo então CEO Steve Ballmer, que foi substituído por Nadella em fevereiro 2014. As demissões devem ocorrer ao longo de 2016 e início de 2017.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br