NOTÍCIAS

Hacker vende 117 milhões de senhas do Linkedin na “dark web”

Hacker vende 117 milhões de senhas do Linkedin na “dark web”

by 18 de maio de 2016 0 comments

Um hacker que assina como Peace está vendendo milhares de senhas e e-mails de usuários do Linkedin. O anúncio foi publicado em um mercado negro do lado obscuro e de difícil acesso da internet, conhecido como dark web.

Peace disse ao noticiário Motherboard que os dados foram conseguidos em uma brecha que afetou o Linkedin em 2012. Ao todo, ele diz possuir, 117 milhões de senhas e e-mails de quem usa a rede social famosa por ter um perfil mais corporativo e sério.

O preço colocado no comércio eletrônico do The Real Deal é de 5 bitcoins, pelo valor médio dos últimos dias da moeda virtual isso daria perto de US$ 2.200. Para provar que está de posse dessas informações pessoais, Peace publicou uma amostra do conteúdo surrupiado. No mesmo fórum, ele mostrou um pacote com 6,5 milhões de senhas criptografadas.

O fórum de informações vazadas LeakedSource divulgou que obteve acesso também a essas senhas do Linkedin. De acordo com nota publicada, o prejuízo pode alcançar mais usuários. O site informa que o pacote tem, no total, 167 milhões de contas com senhas e os 117 milhões são os que possuem ainda o e-mail.

Desde 2012
Um representante do site disse que as pessoas não levaram muito a sério o vazamento em 2012, já que nada foi usado. De acordo com essa fonte, o banco de dados foi mantido guardado por um grupo russo de hackers que comercializa essas informações. Aparentemente, Peace conseguiu roubar esse grupo.

O Linkedin disse que está investigando o assunto. Vários usuários mantém a mesma senha desde aquela época e o conselho mais útil no momento é que troquem o login para evitar prejuízo. Quem utiliza a mesma senha para vários serviços de redes sociais deve fazer isso ainda mais urgentemente.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *