NOTÍCIAS

Gasto com segurança da internet das coisas chegará a US$ 348 milhões em 2016

Gasto com segurança da internet das coisas chegará a US$ 348 milhões em 2016

by 9 de maio de 2016 0 comments

De acordo com a consultoria de mercado Gartner, os gastos com a segurança no mercado global da Internet das Coisas (IoT) chegarão a US$ 348 milhões em 2016. Isso representa um aumento de 23,7% em relação aos US$ 281 milhões investidos em 2015.

Na sua análise, a empresa indica que mercado de segurança de Internet das coisas ainda é pequeno, mas em processo de crescimento robusto. O uso de dispositivos novos que podem ser classificados como IoT está conquistando consumidores finais e empresas. Esse fenômeno causará mais movimentações nesse mercado.

A consultoria projeta 6,4 bilhões de objetos conectados à internet em 2016. Este número representa um aumento de 30% em relação a 2015. De acordo com previsões da empresa, em 2018, serão 11,4 bilhões de coisas usando a internet. E a cada ano, novos dispositivos farão parte desse mercado.

A análise, assinada por Ruggero Contu, diretor de pesquisa da Gartner, inclui uma previsão segundo a qual os gastos com a Internet das coisas irão aumentar para US $ 547 milhões em 2018, na proporção do número de dispositivos conectados, que identifica uma necessidade crescente de proteger todos os tipos de pontos de extremidade de ataque.

Apesar de ser uma preocupação sólida e que está nos planos há muito tempo, desde que começou-se a falar em IoT, a consultoria nota que existe forte variação entre os diferentes setores industriais na forma como eles priorizam e mostram consciência da segurança da empresa.

Segundo Contu, grande parte da despesa será usado para proteger os dispositivos da internet das coisas conectados em evoluções do transporte e logística, como automóveis, aviões comerciais e equipamentos agrícolas. O setor da construção, com máquinas pesadas, também estará no topo do uso da IoT.

A computação em nuvem será de grande ajuda nas estratégias de IoT e segurança no novo ambiente. A escalabilidade inerente e a facilidade de upgrade será cada vez mais notada nos modelos em cloud e isso ajudará a IoT.

Ameaças
A consultoria prevê que até 2020, 25% dos ataques cibernéticos será direcionado para a área da Internet das coisas. Em comparação, a despesa decorrente de segurança na IoT atingirá apenas 10% dos orçamentos de TI.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *