NOTÍCIAS

CIOs devem entender os  impactos dos novos Data Centers

CIOs devem entender os impactos dos novos Data Centers

by 24 de março de 2016 0 comments

Embora a nuvem Pública possa ser usada para a maioria das atividades virtuais, as organizações podem ter condições comerciais ou técnicas que tornam desaconselhável a migração de dados de data center para ambientes Cloud, com arquivos salvos em cloud. Essas e outras informações serão apresentadas durante a Conferência Infraestrutura, Operações de TI e Data Center 2016, que acontecerá nos dias 4 e 5 de abril, em São Paulo (Segunda e Terça-feira), no Sheraton São Paulo WTC Hotel.

Para o Gartner, CIOs e líderes empresariais podem cair na armadilha de acreditar que a Infraestrutura como Serviço (IaaS) em nuvem Pública será sempre melhor e mais barata que a manutenção dos seus próprios data centers. Consequentemente, eles podem considerar migrar as cargas de trabalho existentes dos seus data centers para a IaaS em nuvem, quando, na verdade, ganham pouco benefício ao fazer isso.

Embora a IaaS em nuvem entregue significativamente mais funcionalidade que uma estrutura interna de TI, especialmente quando combinada com uma Plataforma como um Serviço (PaaS) integrada, o investimento em soluções de alta qualidade pode não ser economicamente vantajoso para as empresas que preferem reduzir despesas de TI e que não se beneficiarão das soluções mais ricas em recursos.

A consultoria recomenda que CIOs que consideram a migração de cargas de trabalho existentes em modelos orientados para a eficiência e a segurança para a nuvem pública IaaS devem ser céticos quanto aos benefícios da migração para a nuvem IaaS se o negócio for relativamente estático e com pouca necessidade de agilidade de TI. A infraestrutura e os aplicativos raramente mudam, novos aplicativos raramente são inseridos no data center ou o domínio existente de um modelo que…[LEIA MAIS]

 

Pages: 1 2

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *