NOTÍCIAS

Foca no selfie. Mas com foca não

Foca no selfie. Mas com foca não

by 31 de maio de 2016 0 comments

Tirar selfie é mais do que uma mania, e temos dito isso aqui constantemente. Hoje em dia, virou uma forma de comunicação. Em vez de escrever um belo textão mostrando que você está feliz em uma viagem, tire uma foto com os braços esticados, a cara feliz e uma bela paisagem por trás.

E se tiver algum animal típico por perto, convém incluir ele na foto? O conselho geral é: não. Recentemente, as autoridades de do parque nacional americano Yellowstone aconselharam os turistas a tomarem cuidado para tirar selfie com bisões. O número de acidentes aumentou e o bicho parece que não gosta muito de fotos. Agora é a vez das focas serem alvo de preocupações.

O NOAA (National Oceanic & Atmospheric Administration), órgão que faz parte do Departamento de Comércio dos EUA, emitiu um alerta para que turistas não tirem selfie com esses bichos. O recado é: acerte o foco no selfie, mas esqueça a foca.

foca_selfie2

Mães focas podem abandonar os filhotes se sentirem que os humanos estão muito perto

O bicho pode enganar os desavisados que só estão acostumados à imagem de animal dócil e brincalhão, geralmente com uma bola colorida na ponta do nariz e disposto a receber carinho e aplausos. Mas, na vida selvagem, as focas não são assim.

“Ficar muito perto de um animal selvagem pode colocar você – e o animal – em risco”, escreve o NOAA. “Seals têm mandíbulas poderosas, e podem deixar uma marca duradoura”, descreve o NOAA. Parece não ser um exagero, o departamento tem recebido relatos de uma série de lesões em pessoas que ficaram perto demais de uma foca durante um selfie.

Preserve a natureza

O conselho é ficar a pelo menos 45 metros do bicho. O alerta vale principalmente para essa época no hemisfério Norte. Na Nova Inglaterra, é comum ver filhotes de focas perto da praia. Eles são atraídos pelos turistas que mostram comida na esperança de ter uma boa foto de alegria na viagem em contato com a natureza.

Essa tática, em geral, é um desastre para quem não tem experiência com focas e, em vez de ajudar a preservar, tem o efeito contrário. As mães dos filhotes costumam deixá-los perto da praia enquanto caçam. Se elas percebem humanos no local, podem pensar que não é seguro voltar e abandoná-los, ou podem nadar rapidamente de volta para proteger as crias, com pouca disposição de participar de uma sessão de fotos. “A melhor coisa que você pode fazer se quiser ajudar é manter distância do animal e afastar animais de estimação do local”, aconselha o órgão.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *