NOTÍCIAS

Enganou o GPS da empresa com salgadinhos e jogou 140 partidas de golfe

Enganou o GPS da empresa com salgadinhos e jogou 140 partidas de golfe

by 5 de dezembro de 2017 0 comments

Um australiano de 60 anos foi demitido ao fazer um experimento com uma descoberta científica de mais de um século e meio. Tom Colella, eletricista no departamento de águas da região de Perth (Austrália Ocidental), perdeu seu emprego depois de uma carta anônima afirmou que o empregado deixou o trabalho para jogar golfe pelo menos 140 vezes nos últimos dois anos.

Não fosse a denúncia por carta, nada seria descoberto. Colella bloqueou a localização que a empresa fazia em smartphones dos empregados. Para isso, usou os princípios da “Gaiola de Faraday”, um experimento científico realizado por Michael Faraday para demonstrar que um local poderia ser isolado de interferência eletromagnética. Isso foi por volta de 1836. Mais de um século e meio depois, o fenômeno é conhecido de técnicos de telecomunicações. É com isso, por exemplo, que se elimina o sinal de celular em presídios. A gaiola é também muito usada como proteção contra relâmpagos.

Para fazer de seu dispositivo um local impenetrável, o eletricista lacrou seu smartphone com embalagens vazias de Twisties, um salgadinho comum, com sabor de queijo e que é popular na Austrália. Os pacotes metalizados serviram de película condutora contínua, fazendo um escudo para os sinais de telefonia que se conectariam com o GPS do aparelho. Sem saber onde o empregado estava, a empresa considerava que ele estava em campo fazendo atendimento.

Julgamento
O fato ocorreu por semanas, em 2016, e só veio à público após o julgamento ocorrer na  Australia’s Fair Work Commission – um tribunal do trabalho local. “Não há explicação possível para o Sr. Colella criar uma gaiola de Faraday em torno de seu dispositivo, exceto para obstruir a capacidade de coleta do GPS do dispositivo”, disse Bernie Riordan, um comissário no tribunal no caso.

A empresa jamais desconfiou da insubordinação, já que sempre usou a checagem de localização para saber onde os empregados estavam. E as do Sr. Colella jamais indicaram que ele estava num campo de golfe. A falta de sinal do GPS era considerada um atendimento em área sem cobertura de sinal de celular.

A engenhosidade do eletricista combinada com seu hábito pouco saudável de junk food não foram premiadas desta vez. O Sr. Colella foi demitido da Aroona Alliance – a joint venture que cuida das águas em Western Australia.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

Your data will be safe!Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *