NOTÍCIAS

Banco Tesco é hackeado e contas têm dinheiro desviado

Banco Tesco é hackeado e contas têm dinheiro desviado

by 7 de novembro de 2016 0 comments

O banco inglês Tesco confirmou nesta segunda-feira, 7 de novembro, que foi alvo de hackers e isso comprometeu cerca de 40 mil contas, inclusive com desvio de dinheiro depositado em algumas delas. De acordo com o comunicado oficial, a invasão ocorreu durante o final de semana, mas a vulnerabilidade e o modelo de ataque realizadas pelos hackers ainda não foi descoberta. Também não se sabe se foi algo feito por apenas um criminoso ou um grupo organizado.

“Pedimos desculpas pela preocupação e inconveniência que isso causou e só podemos ressaltar que estamos tomando todas as medidas para proteger as contas de nossos clientes”, destaca o banco. O ataque chegou a paralisar as operações de correntistas. “Como medida de precaução, tomamos a decisão de suspender temporariamente as transações on-line das contas correntes. Isso afetará apenas clientes de contas correntes. Embora as transações on-line não estejam disponíveis, os clientes de contas atuais ainda poderão usar seus cartões para retiradas de dinheiro, pagamentos com cartões e todos os pagamentos de contas e débitos diretos continuarão normalmente. Estamos trabalhando duro para retomar o serviço o mais rapidamente possível”.

O banco prometeu mais detalhes sobre o ocorrido quando as investigações internas conseguirem pistas concretas. Para prevenir maiores traumas em casos assim, os bancos costumam fazer seguro dos depósitos contra ataques cibernéticos. A indenização de correntistas, em caso de invasão e roubo do dinheiro, é rápida. O problema mais grave é posterior, com desgastes da imagem da instituição, principalmente por falta de informações sobre o ocorrido.

Imagem comprometida
No ano passado, a empresa de telefonia inglesa Talk Talk teve um vazamento de dados de clientes e isso reduziu sua carteira em 100 mil consumidores que perderam confiança na empresa. O Tesco tem cerca de 7 milhões de correntistas, o que faz o número de 40 mil não ser percentualmente muito alto. Mas não há detalhes do montante nem de quais contas foram afetadas.

Sem informações, não há como saber se os hackers foram extremamente habilidosos ou houve um descuido com a segurança digital do banco.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *