NOTÍCIAS

86% dos brasileiros deixariam de comprar onde houve violação de dados

86% dos brasileiros deixariam de comprar onde houve violação de dados

by 22 de Fevereiro de 2017 0 comments

A onda da mobilidade mudou definitivamente o comércio e o comportamento dos consumidores na hora das compras. Mas a facilidade de clicar e adquirir um produto vem acompanhada de desafios de segurança digital e privacidade. De acordo com a pesquisa da ACI Worldwide – “Global Consumer Survey: Consumer Trust and Security Perceptions” (Pesquisa Global de Consumidores: Confiança do Consumidor e Percepção de Segurança, em tradução livre), depois de vivenciar fraude ou violação de dados, 65% dos consumidores indicam que parariam de comprar com o comerciante com quem tiveram problemas. No Brasil, esse número chega a 86%;

Os consumidores fazem uma distinção sobre a competência que assegura sua privacidade. Acreditam que as lojas online estão mais preparadas para proteger seus dados que as lojas físicas. No Brasil, por exemplo, 45% dos entrevistados creem que as lojas físicas onde fazem compras utilizam um sistema de segurança que protege seus dados financeiros. Essa estatística aumenta para 67% quando falamos de um e-commerce. Nos Estados Unidos, o número para lojas físicas é de 66% e para lojas online, 81%.

Segundo a pesquisa, os brasileiros pensam que as grandes instituições financeiras são as que melhor protegem suas informações (57%), seguidas pelas grandes cadeias de lojas (16%) e bancos comunitários (14%). As instituições menos confiáveis são o governo (10%) e as pequenas empresas (3%), de acordo com os entrevistados.

Carteira no celular
O estudo mostra ainda as percepções sobre a mobile wallet (tecnologia que transforma o smartphone em uma carteira com dinheiro para compras). A adoção dessa novidade é mais forte em regiões onde as opções de pagamentos eletrônicos são menos maduras, como na Índia (56%), Tailândia (51%) e México (38%), se comparadas à mercados de cartões mais maduros como nos Estados Unidos (17%) e no Canadá (14%). No Brasil, a adoção da mobile wallet está em torno dos 36%. Em 2014, era de 19%.

Apenas 30% dos consumidores dos EUA acreditam que as informações da sua mobile wallet estão seguras – em 2014 eram 44%. No Brasil, 34% das pessoas confiam na segurança da mobile wallet, mais que os 21% alcançados em 2014.

‘Esse dado reforça que os consumidores tendem a adotar e confiar cada vez mais nas plataformas digitais. Ao mesmo tempo, traz um desafio para os negócios, pois as fraudes também vão migrar para o online. Bancos, lojas e outras instituições financeiras devem ficar alertas e investir em segurança e na educação do cliente, para que nós possamos trabalhar juntos na prevenção de fraudes”, diz Cleber Martins, diretor global de Solução de Pagamentos de Risco da ACI Worldwide.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum Comentário

Seja o Primeiro a Comentar Este Post

Nenhum Comentário Ainda!

Seja o Primeiro a fazer um comentário.

Deixe uma resposta

<

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *